Já ouviu falar em jogos lúdicos? Se a resposta for “não”, vamos te explicar agora o que são eles!

Os jogos, em geral, sempre estiveram presentes na vida do ser humano. Os jogos lúdicos surgem nesse meio com o intuito de auxiliar no desenvolvimento do raciocínio lógico das pessoas.

Na maioria dos casos, esses jogos estão presentes em escolas servindo de auxílio para professores na hora de ensinar. Portanto, esse método torna-se essencial para comunicação, expressão e transmissão de conhecimentos e limites das crianças, a partir dos primeiros anos.

Para crianças maiores, as propostas são diferentes, portanto é necessário aumentar o grau de dificuldade em cada jogo. Segundo o site Pedagogia ao Pé da Letra, dentre os diferentes tipos de jogos lúdicos alguns se sobressaem pela forma com a qual trabalham seja pelo tempo ou pelas regras.

Pensar para jogar!

Confira algumas características dos jogos lúdicos:

• Limitação de tempo: o jogo tem um estado inicial, um meio e um fim. Isto é, tem um caráter dinâmico.• Possibilidade de repetição: limitação do espaço; o espaço reservado seja qual for a forma que assuma, é como um mundo temporário e fantástico.
• Existência de regras: cada jogo se processa de acordo com certas regras que determinam o que “vale” ou não dentro do mundo imaginário do jogo. O que auxilia no processo de integração social das crianças.
• Estimulação da imaginação, autoafirmação e autonomia.

O Doutor e coordenador do curso de Pedagogia, Carlos Eduardo Cândido Pereira, da Universidade do Sagrado Coração (USC), explicou que a infância é marcada pela etapa do brincar. Nesta fase, em algum momento a criança imita os adultos.

Com isso, ela desenvolve a fantasia, a imaginação, o faz de conta e, claro, se desenvolve de maneira psicomotora.

Além disso, para o doutor, os benefícios vão além do desenvolvimento psicomotor e do próprio corpo. “Tais jogos propiciam a interação social. Dessa forma, a criança que brinca fortalece a sua percepção das coisas e é mais feliz”, explica Carlos.

Mayra Gelonezi, é idealizadora de uma loja de jogos lúdicos em Bauru, para ela, uma criança que joga tabuleiro tende a ser um adolescente e um adulto mais desenvolvido e confiante.

Ela explica que é a partir de 6 anos que a criança começa a entender melhor a mecânica de um jogo, “Conseguimos adicionar jogos com elementos que a ajudam desenvolver certas coisas, aprender o que é ganhar e perder, como funciona uma brincadeira com disputa e assim por diante”, diz.

Lúdicos e digitais

Pontos positivos para os smartphones! É hora de liberar a internet para as crianças, sabem por quê? Os jogos lúdicos também podem ser jogados online!

Os jogos lúdicos digitais estimulam o raciocínio lógico das crianças e, na maioria dos casos, usam de situações problemas bem interativas. Assim, este tipo de jogo deve ter um cuidado bastante especial na ótica dos pais e educadores”, comenta o pedagogo.

Carlos ressalta que é importante dosar o tempo de uso em plataforma, pois a criança precisa brincar e interagir com outras crianças e pessoas em espaços presenciais.

Vale lembrar que os jogos lúdicos não são apenas para crianças, eles também ajudam na saúde física e mental. Dessa forma, é recomendado que os adultos não deixem de lado jogos que tem benefícios extensos.

Hora de brincar!

De brinde, o pedagogo Carlos Eduardo deixou algumas sugestões de jogos para vocês se divertirem!

Pintar: desenvolve coordenação motora e a percepção da criança, sem contar que ela pode usar de muita criatividade para construir suas artes e cenários.

Jogar bola: é importante para que a criança desenvolva músculos e o corpo, além de ser para qualquer idade. Vale ressaltar que a brincadeira é com bolas em geral e não apenas futebol ou outro esporte em especial.

Amarelinha: promove o desenvolvimento do raciocínio lógico, de movimentos e pode iniciar o reconhecimento de formas matemáticas. Acontece que na amarelinha, o seu traçado é em forma geométrica e há números, onde a criança pode ter noção da ordem numérica.

 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Vivian Messias
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Jovens de Bauru mostram os benefícios em fazer os próprios produtos!

Cada vez mais nos tornamos conscientes de como nossas ações do dia a dia podem causar cons…