Vai ter Festa do Social em 2019, sim! E os amantes do rock anos 2000 já podem comemorar. No dia 01 de novembro, o evento traz a banda CPM 22 como atração principal para animar os bauruenses.

A banda surgiu em 1995, influenciada por punk rock e hardcore, com músicas rápidas, melódicas e letras cotidianas. Porém, o sucesso massivo veio com a música “Um Minuto Para O Fim Do Mundo”, em 2005. Durante meses, a faixa do álbum Felicidade Instantânea foi a mais tocada nas rádios brasileiras.

Cinco meses para CPM 22

A trajetória do CPM 22 ainda tem diversas músicas de destaque, como “Regina Let’s Go”, “Dias Atrás” e “Não Sei Viver sem Ter Você”.

Em 2017, eles lançaram o mais novo CD, “Suor e Sacrifício”, com 16 faixas. No disco, CPM 22 retorna às raízes em um trabalho com a cara da banda. Portanto, as faixas são caracterizadas por guitarras distorcidas, músicas rápidas e melodias marcantes.

Após seis anos sem lançar um álbum inédito, o sétimo disco de estúdio mostra a evolução e amadurecimento da banda. Além de algumas mudanças em sua formação, agora com Badauí (vocal), Phil (guitarra), Luciano (guitarra), Japinha (bateria) e Fernando (baixo).

Foto: divulgação

Festa do Social

A primeira edição da Festa do Social foi realizada em novembro de 2018. O evento contou com a presença de 800 pessoas e shows de diversos gêneros musicais como sertanejo, eletrônico e rock. Entre as atrações estavam Gabi Martins, Viva F3 (cover oficial do Charlie Brown Jr.) e The Heroes.

A Festa do Social foi criada como uma forma de comemorar os cinco anos do Social Bauru. Por isso, a ideia surgiu do idealizador do site, Vinicius Fernandes em parceria com a DF7 Produções.

https://www.facebook.com/socialbauru/videos/328279157903494/

 

Confira o que rolou na Festa do Social em 2018

Os melhores momentos precisam ser eternizados, certo? Portanto, a Festa do Social contou com três fotógrafos para registrar cada momento. Ao todo, foram 477 fotografias da galera e do evento, veja as coberturas:

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

A primeira impressão é a que fica, os bauruenses são receptivos com os gringos?

Sempre damos mais valor à opinião dos outros do que às nossas, né? Pensando nisso, pergunt…