O Coletivo Livre de Arte, também conhecido como Clã, lançará neste domingo (01) seu mais novo projeto: o “Clã_destinos”. O evento gratuito será realizado na futura sede do coletivo, o antigo Hotel Estoril, localizado na quadra dois da Rodrigues Alves.

A proposta visa a utilização do prédio construído em 1912 como um laboratório de práticas aplicadas de diversos cursos. A atitude, resultado de uma parceria com a Unesp, consolida a intenção inicial do Clã, que é movimentar iniciativas artísticas e culturais da cidade. 

União do útil ao agradável 

Desde o surgimento do coletivo, seus idealizadores já planejavam a recuperação do imóvel, tombado pelo patrimônio municipal. 

Assim, durante o segundo evento realizado pelo Clã, a ideia de transformar a sede em um espaço aberto para práticas educacionais começou a ser delineada. Em seguida, a proposta foi encaminhada para o diretor da FAAC/Unesp, Marcelo Carbone, e a parceria saiu do papel. 

No entanto, inicialmente, o projeto será direcionado apenas para alunos de arquitetura. De acordo com um dos integrantes do Clã, o cineasta Paulo Eduardo Tonon, isso ocorrerá porque, a princípio, por conta do estado crítico do espaço, os cursos devem priorizar a restauração.

“Inicialmente, por se tratar de cursos mais técnicos, principalmente de restauro de imóveis tombados, eles serão voltados para estudantes destas áreas e profissionais”, explica Paulo. O projeto será coordenado pelo professor de Arquitetura da Unesp, Adalberto Retto Júnior. 

Sobre as primeiras medidas em relação ao prédio, Paulo comentou a urgência em restaurar o telhado e a fachada. “Primeiro para dar segurança aos participantes dos demais cursos. Segundo, para mostrar para as pessoas que passam por ali, que o local já está recebendo melhorias”, pontua o cineasta. 

Interesse de outras instituições 

Por enquanto, a parceria está em curso com a Unesp, porém a Anhanguera e a USC já demonstraram interesse em colaborar. 

“Algumas outras instituições de ensino superior de Bauru também já foram convidadas. Mas ainda aguardamos um novo contato para alinhar as expectativas de todos”, pontua Paulo. 

Após a conclusão desta etapa, a intenção do Clã é oferecer cursos, palestras e workshops gratuitos e abertos para a comunidade bauruense. Porém, no momento, o projeto está focado na questão da restauração que exige muita atenção e cuidado da entidade.

Lançamento do projeto

O evento de lançamento do Clã_destinos, no próximo domingo (01), às 11h, é direcionado aos coordenadores de cursos de outras instituições de ensino da cidade. A intenção é que eles conheçam a proposta e o espaço de perto. 

“Também queremos ouvir o que as universidades esperam do Clã, para que todos caminhem na mesma direção. Assim, o projeto poderá ter os melhores desdobramentos, especialmente para a região histórica central de Bauru”, comenta Paulo.  

O evento será aberto para todo o público, então é uma ótima chance para quem sempre teve curiosidade de visitar o prédio. Além disso, também é uma oportunidade de conhecer um pouco do trabalho que o Clã está começando a realizar. 

Os organizadores pedem que os interessados em participar confirmem presença pelo número (14) 98100-2710, falando com Nél Marques.

Serviço

Lançamento do projeto “Clã_destinos”: laboratório de práticas aplicadas
Data: 1˚ de setembro de 2019, das 11h às 13h
Local: Av. Rodrigues Alves, n˚ 2-41, Centro
Telefone: (14) 98100-2710
Facebook: www.facebook.com/coletivolivredearte/

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Bauruenses criam desenho animado para ensinar sobre os cuidados com o novo coronavírus

Apesar de não se conhecerem pessoalmente, os bauruenses Rafael Monti e Rafael Maroubo já t…