Criado em Bauru, a 10ª edição do Festival Internacional “Boneco Gira Boneco” teve início no último dia 06. A programação contou com diversos espetáculos, oficinas, debates e até lançamento de livro.

Se você não conseguiu aproveitar, calma! Ainda dá tempo de curtir os últimos dias do festival, que vai até este domingo, 15 de maio. Os links de cada espetáculo estão disponíveis na página do Festival e também nos canais de mídias sociais.

Por ser um evento online, as transmissões são abertas ao público. Entretanto, nesta edição, o festival conta com a parceria das Secretarias de Cultura de Marília, Ribeirão Preto, Garça, Bertioga e Matão. Portanto, quando a transmissão for direcionada a estas cidades, será necessário garantir o ingresso virtual.

Confira a programação para este final de semana:

  • Sexta-feira, 14 de maio

14h30 e 20h – Criaturas da Literatura – O Pequeno Príncipe
Onde assistir: youtu.be/IUE0LdYMvXI
Transmissão para Matão (SP)
Cia Teatro Lumbra – Porto Alegre/RS

Sinopse: Criaturas da Literatura é um espetáculo de teatro de sombras contemporâneo, para todas as idades, de enredo livremente inspirado no livro O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, é centrado na viagem desse enigmático menino por diferentes planetas, onde conhece personagens e segredos da vida. A dramaturgia inclui poucas falas e experimenta o espaço em diferentes superfícies de projeção. Uma montagem que surpreende pela poética visual e emocional.

20h10 – Lourença (estreia)
Onde assistir: youtu.be/dAC9SPT_Ao0
Maysa Carvalho – Brasília/DF

Sinopse: Mulher de meia idade, enclausurada em pensamentos solitários, despede-se da vida diariamente ao arrastar seus longos anos de experiência não vividas.

Debate: Mediadora Katiane Negrão – Integrante fundadora e co-diretora geral da TATO CRIAÇÃO CÊNICA (PR/DF) que iniciou em 2004, com a criação de Tropeço. O grupo investiga teatro de animação e dramaturgia física. Arte educadora licenciada em Artes Cênicas pela UFOP/MG e Educadora do Movimento Somático Body-Mind Centeringˢᵐ, integra estes saberes em cursos com foco no corpo em movimento, na relação do corpo/ manipulador e
objeto/corpo/manipulado.

  • Sábado, 15 de maio

17h – A Inspiração do Maestro
Onde assistir: youtu.be/FEnrsNfxPeE
Cia Prana Teatro – São Paulo/SP

Sinopse: De onde vem a inspiração dos músicos? Como nasce uma sinfonia? Nosso maestro vai mostrar sua determinação para se inspirar, cumprir com o prazo e fazer o grande concerto de sua vida. O pequeno boneco de um maestro e compositor é manipulado por uma dupla de atores e contracena com objetos, figuras de sombras e teatro negro.

17h20 – El Músico de La Luna (estreia)
Onde assistir: youtu.be/FEnrsNfxPeE
Títeres de Cachiporra – Montevideo/Uruguai

Sinopse: Um músico usa sua trombeta para elevar as estrelas, a lua e o sol em direção ao céu. Os soldados desfilam e, sem nenhum respeito, chutam a trombeta e o músico. O comandante dispara sua pistola para o céu para quebrar tudo o que o músico conseguiu superar, incluindo o músico e seu trompete. Todos eles acabam em uma grande lata de lixo que fecha a tampa após a queda. O músico recomeça a música, a lata de lixo se abre e as estrelas, a lua e o sol voltam para tomar seu lugar no céu. O sol se transforma em um lindo nascer do sol e o músico sai vitorioso da lata de lixo.

Debate com as Cias: Mediador Marcio Pontes – Ator e produtor cultural, Márcio tem uma carreira de mais de trinta anos atuando na área do teatro de animação. Seja com outras companhias, ou com a CIA POLICHINELO, onde figura como diretor e fundador, o ator-marionetista tem se destacado no segmento, sendo alvo de indicações a diferentes prêmios por seu esmerado trabalho ora manipulando, ora construindo bonecos.

  • Encerramento

20h – A Cigarra e a Formiga
Onde assistir: youtu.be/fANvBWGAaAA
Cia. Mevitevendo – Mairiporã/SP

Sinopse: Dois fazedores de histórias inventam um universo fabuloso de seres e situações. Bichos espertos, ingênuos, tolos e inteligentes nos mostram de maneira engraçada e comovente como podemos ser tão iguais e tão diferentes deles. Com máscaras, bonecos e atores, Fábulas – A Cigarra e a Formiga nos fala da importância da Arte e coloca temas como o preconceito, as diferenças e a diversidade no centro da cena. Uma pequena história de solidariedade e
empatia, uma homenagem a todos os artistas.

20h15 – Táctil (estreia)
Onde assistir: youtu.be/fANvBWGAaAA
Coriolis – Montevideo/Uruguai

Sinopse: “Lele” uma personagem composta por seis mãos e dois olhos negros, com uma escala que assemelha-se à humana, arma-se e desarma-se mesmo que não queira, já que cada parte dela ganha vida e decide ir para onde quer, são as suas mãos que procuram pôr “ordem” no seu ser. Esse ser enfrenta a vida em uma pandemia, protocolos, passo a passo, higiene, distâncias, medos, angústias, até perceber que não está sozinho em cena. Seis mãos que se materializam em personagens e micromundos espelhando sombras da realidade.

Mediadores: Toninho do Vale (biografia abaixo) e Dico Ferreira – Diretor teatral pela FAP/PR, integrante fundador da TATO CRIAÇÃO CÊNICA, companhia criada em 2004 e que já se apresentou em todos os estados brasileiros e
outros dez países, ministra oficinas e também faz direção, manipulação e preparação de atores em espetáculos de teatro. Diretor dos Espetáculos: “Entre Janelas” da Tato Criação Cênica e “A Menina e o Lampião”, da Cia Filhos da Lua (Curitiba/PR) em 2013; “Dia Claro Noite Escura”, Solo de Thayana Barbosa e a caixa de teatro “Me Voe” de Murilo Cesca, ambos de 2015. Presidente da Associação Brasileira de Teatro de Bonecos ABTB – Unima Brasil (gestão 2017 a 2021).

A 10ª edição do Boneco Gira Boneco

Em dez dias de festival, se apresentaram 21 companhias diferentes, com cenas curtas de espetáculos, utilizando as mais diversas técnicas do teatro de animação: sombra, manipulação direta, marionetes de fio e de luva.

Além dos espetáculos, o festival apresentou três oficinas e o lançamento de um livro. Para esta edição comemorativa dos dez anos do “Boneco Gira Boneco”, a organização reuniu um time de especialistas do cenário artístico. Dessa forma, promoveu, diariamente, debates entre os artistas e o público, fomentando e apoiando o trabalho das companhias dentro e fora do país.

Entre os mediadores estiveram presentes Sandra Vargas, Márcio Pontes, Evaldo Barros, Katiane Negrão e Dico Ferreira. O destaque vai para Toninho do Valle, que participou como mediador dos bate-papos. Formado em Direção Teatral pela Eca/USP, Toninho é diretor, ator, professor e curador.

Em sua trajetória recebeu importantes prêmios do teatro brasileiro como: Prêmio Mollière- Troféu Mambembe, Prêmio Governador do Estado e Prêmio APCA, na categoria Grande Prêmio da Crítica. Dirigiu mais de 50 espetáculos dentro e fora do Brasil. Desde 1980, participa de renomados festivais, desde internacionais até regionais, como jurado, debatedor, oficineiro, palestrante e orientador.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Banda D’Maori lança primeiro trabalho autoral e divulga clipe da música ‘Paris’

Com quase uma década de estrada, a banda paulista D’Maori já rodou nessa região do estado,…