Quando o Brasil abriu a economia para importações no início dos anos 1990, a população começou a ter acesso a produtos produzidos fora do país. Foi um momento no qual os comerciantes apostaram na venda de itens importados, como relógios, bijuterias, bolsas, tênis, entre outros.

Segundo a bauruense Marcela Razuk Beolchi, que aproveitou o surgimento desse mercado, os objetos eram realmente um sucesso. “Eu comecei a viajar para trazer produtos importados e vender, porque, naquela época, era incrível: todo mundo comprava o que vinha de fora do Brasil”, relembra.

Antes disso, ela havia se formado em Relações Públicas na UNESP e virado professora em uma escola, entretanto, não estava satisfeita nem com a área de graduação, nem com o trabalho no colégio. A inspiração para a mudança de carreira veio da família, especialmente dos pais e avós, que eram comerciantes. 

Ou seja, ser vendedora fazia sentido e os importados eram o caminho natural, considerando a facilidade para comprar e vender produtos de outros países. Além da abertura comercial no Brasil, o câmbio também ajudava: em setembro de 1994, por exemplo, o dólar custava R$0,80.

No mesmo ano, um mês depois, ela abriu a Marcela Presentes, guardando os produtos (como semijoias, itens de decoração e porcelanas) em estantes na casa dela, vendendo para as vizinhas e amigas, e ampliando o número de clientes por meio de indicações.

Produtos ficavam na estante de casa (foto: Reprodução/Instagram)

“Eu sempre fui muito dinâmica, e buscava clientes de todos os modos. Eu chegava a viajar para cidades vizinhas para atender os clientes. Toda vez que alguma empresa abria as portas para vendedores, eu ia lá. Sempre corri atrás”, comenta a empresária.

De casa para as lojas

Dois anos depois de começar em casa, Marcela abriu uma loja física. Primeiramente na Rua Cristiano Pagani, em 1996, depois mudando para a Av. Orlando Ranieri, em 1999, ambas no Jardim Marambá, além de abrir uma segunda unidade na Rua Araújo Leite.

Placa de inauguração da loja Marcela Presentes (foto: Reprodução/Instagram)

“Na Ranieri, eu abri uma loja enorme, onde eu tinha espaço para vender todo tipo de produto”, relembra, especificando que, entre os itens, tinha desde decoração para casa a opções de presente.

Portanto, era um mix que incluía tapetes, brinquedos, enfeites para festas, porcelana, cestas de café da manhã, pratos, copos, arranjos de mesa, entre outros. Até hoje ela lembra dos itens para casa – alguns que ainda utiliza – e das decorações de Natal.

“Eu amava a época de fim do ano”, relembra. “Eu montava grandes árvores na loja, e também ia na casa do cliente ajudar a decorar com meus produtos. Era muito legal ver uma casa cheia de enfeites natalinos. Era uma época que Bauru inteira investia em decoração para as festas”.

Decorações de Natal (foto: Reprodução/Instagram)

Itens pessoais

Nas conversas com clientes e em visitas a feiras de decoração e presentes, a empresária começou a perceber que as pessoas estavam investindo mais em si do que em casa. Por isso, decidiu mudar o ramo: passou a focar em itens pessoais. “Nesse momento, senti que abriu um mar de oportunidades”, conta.

Foi nos anos 2000 que ela mudou o mix de produtos, endereço (2003) e nome (2007), inaugurando a Marcela Acessórios em um espaço no antigo Paulistão, na Av. Getúlio Vargas, para vender pulseiras, brincos e colares. Em 2015, a loja mudou para o atual endereço, na galeria no estacionamento do Confiança Max.

Construção da galeria no estacionamento do Confiança Max (foto: Reprodução/Instagram)

Última mudança de endereço foi em 2015 (foto: Reprodução/Instagram)

“Essa é uma característica importante para um comerciante, que eu sinto forte em mim: se adaptar à evolução dos produtos e à mudança dos gostos das clientes”, comenta.

Outro motivo da substituição para os itens pessoais foi a descoberta das peças da designer Estela Geromini. “Me apaixonei na primeira vez que vi”, diz, explicando como a marca se transformou na principal linha de produtos dela. “Eu a conheço pessoalmente, inclusive já visitou minha loja. Além disso, amo os produtos dela, tanto que só uso eles. São peças atemporais”.

Marcela Acessórios

Entre os produtos disponíveis na loja, estão “bijuterias de luxo, semijoias e acessórios”, como ela resume, vendendo colar, brinco, pulseira, anel, clutch, cinto, pashmina, echarpe, cachecol, tiara, presilha, entre outros.

Além disso, também faz a manutenção das peças. Afinal, comenta Marcela, são peças que as clientes ficam apegadas e não querem substituir tão facilmente.

“Às vezes, a pessoa tem um brinco que só usa com determinado vestido, ou aquele colar específico para aquela ocasião. Então, se cai uma pedrinha, por exemplo, pode trazer aqui que nós vamos fazer a manutenção”, informa.

Sorteio de aniversário

Para celebrar o aniversário de 28 anos – somando Marcela Presentes e Acessórios -, a empresária realiza uma promoção em outubro. O prêmio são duas peças da Estela Geromini selecionadas especialmente para o sorteio.

Para participar, basta fazer qualquer compra na loja até o dia 31 de outubro. A cada compra, de qualquer marca e qualquer valor, o cliente preenche um cupom. Não há limite para o número de cupons. O sorteio será no último dia do mês, às 19h, no Instagram.

Peças que serão sorteadas na ação de aniversário

Quase 30 anos

Perto de completar três décadas como comerciante, Marcela pensa no futuro refletindo sobre o passado. “Eu nem senti passar esses 30 anos. Para mim foi até divertido, porque eu sempre fui muito feliz nessa área”, comenta.

A mudança de nome e foco, por exemplo, surgiu justamente dessa paixão por ser vendedora. Primeiramente, por gostar de estar na loja, conversar com as clientes e entender os gostos delas.

Além disso, Marcela vive indo em feiras para escolher os produtos, descobrir tendências e analisar o mercado. Pelo menos três vezes por ano (inverno, verão e Natal), ela visita o showroom da Estela Geromini para trazer as novidades da marca para Bauru.

“Por mais que tenha sido desafiador esses 28 anos, eu não senti. Eu nasci para isso! Eu nasci para o balcão, para o comércio, sair para comprar produtos e vender, bater papo com cliente. Não tenho medo de boleto, de sobras no estoque, de cliente não gostar. Eu sempre tive muita coragem de seguir minha intuição. Então, para mim, parece que até que passou rápido demais”, finaliza.

publieditorial

Serviço
Marcela Acessórios
Endereço: Galeria no estacionamento do Confiança MAX – R. Gustavo Maciel, 26-60. Jardim Estoril
Horário de funcionamento: De segunda a sábado, das 10h às 19h
Contato: (14) 99715-4553
Instagram: @marcelaacessorios
Facebook: /marcelaacessorios

 

Compartilhe!
Carregar mais em Negócios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Com método pensando no bem-estar, escola de música ensina mais de dez instrumentos

“Eu tenho 43 anos e toco violão desde os 13. São quase 30 anos na música, já fiz todo tipo…