O Centro Cultural do Campus USP de Bauru realiza a Exposição Coletiva “CompleqCidades”, com Curadoria de Ana Marian Barbosa Machado e Amanda Helena Gimeno.

A mostra foi aberta na quinta-feira (15) no Centro Cultural da USP com sarau do grupo literário Expressão Poética, que também apoia o evento.

Seis artistas – Elis Mariano, Vagner Santos, Graziela Simeão, Greifo, Laura Malini e Rebeca Dorigo – vão expor 52 obras numa exposição coletiva sobre as complexidades humanas e as multiexperiências do ser ao ver a sua própria cidade interior e exterior.

Com técnicas digitais, aquarela, guachê e pinturas à óleo, os artistas compõem um mosaico de sentimentos próprios e expressos por ilustrações surreais e imagens do dia a dia.

Finalmente, para marcar a diversidade da arte exposta a mostra vai contar com uma história em quadrinho (HQ) de uma rotina de um motorista de aplicativo.

A exposição fica aberta à visitação pública até o dia 30 de junho, no Centro Cultural do Campus USP de Bauru, com visitação de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

O Centro Cultural localiza-se na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, na Vila Universitária, em Bauru (SP).

É possível ter mais informações por meio do telefone (14) 3235-8394 ou no e-mail: [email protected]

Sobre os artistas da Exposição Coletiva “CompleqCidades”

Laura Malini, uma artista plástica e designer de 20 anos se apaixonou pela arte por conta de sua mãe que era professora de artes e vivia com ela em uma casa com vários artistas, mais tarde quando voltou a ter contato com seu pai, que é um pichador da zona leste de SP, começou a grafitar. Desenvolve nos seus trabalhos um ar místico e quer que cada obra conte uma história para quem a vê, gosta de cores vibrantes, personagens surreais e luz, também ama mitos e ícones. Obras expostas em pinturas à óleo e digitais. Confira mais em @lauramallini.

Greifo, nascido em Bandeirantes (PR). Depois de ter aulas de desenho com Aucione Torres, começou a trabalhar profissionalmente em 1988, no Jornal da Cidade de Bauru. Fazendo durante anos as ilustrações para o JC Criança, além de vários outros cadernos temáticos. Nessa mesma época, fez free Ilustrando capas de cadernos, estúdio SP Design, e se aventurando no mundo dos desenhos animados (sua segunda paixão no campo dos desenhos). Atuando como freelancer fez ilustrações para livros de ficção científica Perry Rhodan para a Editora SSPG e outros.

Sempre produzindo ilustrações para autores bauruenses nos mais variados estilos de poesia ao mundo infantil. No campo da HQ, criou DUDU, DEEP e, em parceria com Claudinei Muniz, OS MANOS VIKINGS publicado ainda no JC Criança. Alice para Areia Hostil e Amuleto para Revista Mestres do Terror. Atualmente está produzindo HQs de terror e ficção, para o estúdio Collab Nucleart, do ilustrador Roni e Heróis Regionais para o estúdio Gonçalez. Em suas ilustrações também adaptadas na técnica digital transporta imagens antigas e recentes de um mundo imaginário alucinante. @greifoilustracoes

Rebeca Dorigo, 18 anos, nascida na cidade de Bauru, artista e ilustradora digital. Tem conhecimentos sobre diversos materiais e técnicas, inclusive técnica de impressionismo, sendo assim sua maior inspiração e consequentemente aplicando e desenvolvendo novas técnicas, neste período, como referência para as características de suas obras. Inspira-se nas emoções e valoriza a boa obra e sua pintura e acredita nela. Paz e reflexões podem ser transmitidas para as pessoas através dos quadros e tintas. As obras expostas são em tinta acrílica.

Elis Mariano, tem 19 anos, bauruense e Técnica em Processos Gráficos. A arte sempre balançou o seu coração, desenha desde que se entende por gente e quanto mais da área aprende, mais se apaixona. Ficou muito feliz de participar deste projeto; pois nada como expor o que vem de dentro. Por fim, ele deseja uma boa exposição aos visitantes e espera que gostem das suas artes digitais que escolheu mostrar. @lis.arteira.

Vagner Fernandes dos Santos, cartunista e poeta membro fundador do grupo Expressão Poética, apresenta tirinhas digitais do cotidiano de um motorista de aplicativo. A página Momentos Uberisticos @momentos_uberisticos tem divulgado situações reais vividas por um motorista de aplicativo. Ela resultou em dois livros publicados.

Graziela Simeão é técnica em enfermagem, gateira e apaixonada por todas as artes. Ela afirma: “Eu amo as estruturas do corpo humano e colocar isso como arte me faz feliz”. Entre outras vertentes é artesã que dá vida nova a objetos descartados. A inspiração vem do dia a dia e com o trabalho em hospitais. Aquarela é a técnica empregada nas ilustrações expostas.

As informações são da Assessoria de Comunicação da Prefeitura do Campus USP de Bauru.

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Bauruenses incentivam leitura de obras escritas por mulheres com clube do livro

O ano era 2021. Camila Correa e Paula Pinhão, duas bauruenses que não se conheciam, mas qu…