Se você já foi até à Unesp já deve ter notado a grande quantidade de animais abandonados que existem por lá. 

Diversos gatinhos e cachorros andam muitas vezes com um olhar perdido pelo campus, na área da biblioteca, nos laboratórios de informática, pelas salas de aula…

O abandono de animais, assim como maus tratos, é uma situação triste, que, embora seja proibida por lei, continua a acontecer.

Vendo a situação desses bichinhos, alguns funcionários e professores da Unesp que tinham em comum o amor pelos animais decidiram tomar uma atitude. Foi assim que surgiu o grupo de Whatsapp “Cuidadores”.

Segundo Kátia, que trabalha na STAEPE dentro da universidade, por esse canal, os funcionários conseguem se comunicar mais facilmente. Assim eles trocam informações sobre ocorrências relacionadas a essa causa.

Como os membros do grupo trabalham em locais distanciados e em horários diferentes, usamos o canal do whatsapp para ocorrências, informações e combinar a escala de revezamento para alimentação”, conta.

animais

Um grupo pequeno com uma missão grande

Embora poucas pessoas participem, o grupo já conseguiu diversas realizações quando se trata de ajudar os bichinhos da Unesp.

Renata Vieira, funcionária de Recursos Humanos na Faculdade de Artes e Comunicação (FAAC), explica que os cuidadores levam os animais com problemas de saúde que chegam à universidade para clínicas veterinárias. Por isso, também se empenham em conseguir um lar temporário para os bichinhos  (para que eles fiquem durante o tratamento médico). 

Além disso, os funcionários organizam feiras de adoção, para que as pessoas possam levar esses animais para casa e dar amor à eles. 

Não obstante, são realizados eventos em que a renda adquirida vai para o tratamento, castração, exames e lar temporário dos gatos e cachorros.

É realizado também o brechó dos bichos, onde são arrecadadas roupas e sapatos em bom estado para revenda e toda a renda é revertida para a causa animal. Fazemos também, todo ano, calendários customizados (com fotos de animais adotados) que são vendidos. Sempre procuramos patrocinadores já que o custo é alto. Fazemos ainda rifas e venda de doces e salgados. Toda receita líquida vai para a causa”, explica Renata.

Adotando ou doando: toda ajuda é bem-vinda

Na maioria das vezes, os servidores tiram do seu próprio bolso o dinheiro para essa causa, por isso qualquer contribuição já ajuda!

Embora a adoção seja a medida mais efetiva para ajudar esses animaizinhos, quem não puder, também tem como auxiliar. Seja você de dentro ou fora da Unesp, além de participar dos eventos para arrecadação de renda, se quiser contribuir, há a possibilidade de doar. 

Temos no site do Catarse uma campanha virtual para arrecadar recursos. Esta iniciativa é recente e foi desenvolvida pelos alunos do curso de Design da Unesp – Projeto Sagui Lab. É uma iniciativa criada para essa finalidade”, relata Kátia.

 O endereço para fazer doações é: www.catarse.me/catfunding .

Sempre que recebem uma doação, os funcionários prestam contas de como esse valor foi empregado na causa animal.

Se você pensa em dar lar a um dos bichinhos, entre em contato por Whatsapp pelos números: (14) 99771-7788 e (14) 99750-5688.

Sempre bom lembrar: abandono de animais é crime!

Embora façam todas essas atividades em prol dos animais abandonados, a estrutura do grupo é precária e são apenas sete pessoas para lidar com todo esse serviço. Por isso, os funcionários pedem para que as pessoas não abandonem seus bichinhos, nem na Unesp e nem em outros lugares de Bauru.

As pessoas não imaginam o que acontece com um bichinho abandonado. Muitas vezes ele fica deprimido, desorientado, desestabilizado. Às vezes morre porque não consegue encontrar a tempo um local para se alimentar. É muito triste”, confidencia Kátia.

Vale lembrar que o abandono e maus tratos aos animais é crime, segundo o Art. 32, da Lei Federal nº 9.605 e o Art. 164 do Código Penal. A detenção varia de três meses a um ano, além de uma multa.

 

 O crédito das fotos dessa matéria são de Caroline Doms.

 

 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Você pode ajudar a escolher as novas árvores para a arborização de Bauru!

Você tem uma árvore preferida? Agora, os bauruenses poderão escolher quais tipos de árvore…