Nós vamos percebendo que o tempo está passando conforme os aplicativos da moda nos passam batidos, não é mesmo? E, atualmente, o Tik Tok tem feito a cabeça dos usuários de smartphones, especialmente, os mais jovens. 

Mas, nunca ouviu falar? Tudo bem! A redação toda do Social também ficou perdida na primeira vez que escutou esse nome. E, por isso mesmo, resolvemos contar um pouquinho sobre esse novo app para você também ficar por dentro.

O que é? De onde veio? 

Para se ter uma ideia da dimensão do alcance do Tik Tok, atualmente, ele é o terceiro aplicativo mais baixado do mundo, com mais de 1,5 bilhões de downloads. Esses números superam aplicativos famosos, como o Facebook e o Instagram, e ficam atrás apenas do WhatsApp. 

Apesar de ter sido lançado em 2016, a ferramenta foi fruto de uma fusão com um aplicativo que já existia desde 2014, o Musical.ly. A iniciativa de uni-los foi da empresa chinesa ByteDance, a startup mais valiosa do mundo.

Agora, o app permite que os usuários criem e editem vídeos curtos (de 15 a 60 segundos) onde, na maioria das vezes, aparecem cantando, encenando, dançando e muito mais. Além disso, também tem formato de rede social e os usuários podem seguir os perfis uns dos outros, curtir, comentar e compartilhar publicações.

O jornalista e fundador do Festival Blogando, Marcelo Bueno, explica como o app capta a atenção dos jovens:

“A lógica é gravar um vídeo engraçado com uma dublagem, piada ou até cena hilária com 15 segundos. Você pode usar um dos milhares de efeitos disponíveis na plataforma para incrementar seu vídeo. Muitas pessoas usam as montagens e piadas curtas para se destacar”.

Além disso, o jornalista afirma que o aplicativo acompanha a tendência de videos objetivos que prendem nossa atenção sem muito esforço. “Os estudos apontam que, nas redes sociais, você tem até sete segundos para prender a atenção do público. O Tik Tak faz isso muito bem”, acrescenta. 

Justamente por essas características, o TikTok virou sinônimo de juventude. 

Febre mundial

Além dos recordes de download, o aplicativo, atualmente, conta com 500 milhões de usuários ativos. Isso prova que é uma das maiores febres do momento na internet, com a maioria do público oriundo de países do Oriente, como China e Índia. 

A especialista em Marketing Digital, Isabela Gaspar analisa que os aplicativos que tornam-se febre, geralmente, vêm como facilitadores de nossas atividades diárias. “Acredito que o ponto em comum de todos os aplicativos são os avanços tecnológicos que temos ‘na palma da nossa mão’ e podemos obter recursos e informações que precisamos em qualquer lugar, a qualquer momento. Fazer vídeos, postar fotos, enviar mensagens e obter informações, tudo em tempo real é o que a nossa sociedade vive diariamente”, justifica. 

Além disso, Marcelo Bueno entende que, por permitir que usuários amadores criem conteúdos com ferramentas de edição que brincam com a realidade, possibilitando o surgimento dos famosos memes, o Tik Tok também tem potencial de tornar-se febre entre os mais jovens. 

“O que percebemos é que app que mexem com realidade aumentada, como é o caso do Pokemon Go, daquele de transformar seu rosto em bebê ou mulher, etc., trazem uma novidade tecnológica ainda não conhecida, e isso causa uma curiosidade geral. No entanto, os que possuem pequenos avanços em suas funções acabam não fazendo tanto sucesso”, acrescenta. 

De olho no conteúdo 

Com isso, o Tik Tok apresenta um grande potencial de crescimento no Ocidente, e já amedronta grandes concorrentes, como o Instagram. A disputa é ainda mais acirrada porque o aplicativo é o único entre os cinco mais baixados do mundo que não pertence ao conglomerado de Mark Zuckerberg. 

Assim, no momento, um dos maiores desafios para os gestores do app chinês é manter-se forte perante à concorrência. Além disso, recentes polêmicas também atingiram a ferramenta, como a exposição de crianças a conteúdo impróprio, incluindo pornografia.

Isso fez com que, no início deste ano, fosse banido temporariamente da Índia, um dos mercados mais promissores da empresa. Por isso, após multa milionária, em março os gestores do app anunciaram medidas para proteger seus usuários.

No entanto, ainda assim é necessário estar atento, especialmente, ao conteúdo acesso pelos mais jovens no aplicativo. 

Ademais, sobre seu sucesso, Marcelo pontua: “Ele é objetivo, demanda pouca compreensão da plataforma e aposta no humor. Essa é uma das fórmulas mais perfeita para entreter o público durante uma viagem, uma pausa do almoço, etc.”.

Assim, com a receita de sucesso, o aplicativo ainda pode crescer vertiginosamente, conquistando até diferentes públicos. Bom, pelo menos até o surgimento de alguma outra ferramenta que o supere e tome seu lugar no coração dos usuários. 

O TikTok está disponível para download em dispositivos iOS e Android.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Por que entender mais sobre responsabilidade afetiva pode melhorar as relações dos bauruenses?

Uma relação, seja ela de amizade ou amorosa, é uma via de mão dupla. Essa é uma lição que …