Por mais que pareça algo recente, o termo Coaching surgiu no século XVI na cidade de Koks na Húngria. A cidade tornou-se conhecida por ter criado uma carruagem com suspensão de molas de aço, que era mais confortável e rápida que as demais.

Com isso, o nome do município ficou famoso e começou a ser pronunciado em diversas línguas, até derivar o termo “coach”, que tinha como primeiro significado “carruagem”. Posteriormente, por volta de 1830, a palavra passou a ser utilizada em universidades inglesas como sinônimo de “tutor”.

O termo como conhecemos hoje, surgiu em 1974 a partir do livro “The Inner Game of Tennis”, de Timothy Gallaway, que usava o coaching como uma estratégia para o mundo dos esportes.

Depois o método se expandiu para diversas áreas como forma de melhorar o desempenho de pessoas, profissionais e empresas aumentando os resultados positivos por meio de conhecimentos da neurociência, técnicas e ferramentas.

Coaching tradicional x Coaching Integral Sistêmico

Atualmente existem dois tipos gerais de coaching que englobam todas as áreas, o Coaching Tradicional e o Coaching Integral Sistêmico.

O casal Gerson e Miriam Mori, fundadores da Mori Coaching, trabalham com o Coaching Integral Sistêmico que, diferentemente do tradicional, engloba tanto a parte racional quanto a emocional.

Entendemos que boa parte dos impedimentos são crenças formadas principalmente na infância. Essas crenças constroem a personalidade da criança e podem atrapalhar o desenvolvimento na fase adulta. Por meio de ferramentas de visão, audição e sinestesia (VAS) que mexem com o lado emocional, ajudamos a pessoa a identificar isso. Não é regressão ou PNL, são apenas perguntas que fazem a pessoa trazer à memória algumas coisas e mexem com as emoções dela”, explica Gerson.

Além desse trabalho com as emoções, esse tipo de coaching busca manter o equilíbrio em todas as 11 áreas da vida de uma pessoa. Dessa forma, há um auxílio para que o cliente desenvolva o setor que deseja (profissional, emocional, espiritual…), sem que os outros desequilibrem.

O Coaching Integral Sistêmico busca mudar as crenças limitadoras e trazer novas crenças fortalecedoras. Com isso, mudanças acontecem de modo rápido e surpreendente. Assim somos especialistas em mudanças de crenças“, completa Mirian.

 

DNA Organizacional e perfil comportamental

Dentro do Coaching Integral Sistêmico, Gerson atua com uma vertente mais empresarial em que utiliza ferramentas como o DNA Organizacional e o perfil comportamental para ajudar na dinâmica das empresas.

O DNA Organizacional é um instrumento para identificar se os funcionários estão nas funções e nas atividades corretas de acordo com o perfil de cada um.

O casal, também formado em análise comportamental, utiliza a técnica CIS Assessment para identificar o perfil do funcionário e depois comparar com as competências do cargo que ele está exercendo.

Nós analisamos o comportamento das pessoas baseado no DISC – uma teoria que diz que as pessoas podem ter quatro perfis comportamentais – dominância, influência, estabilidade ou conformidade. Depois vemos se o perfil comportamental da pessoa tem aderência com as características do cargo”, completa Gerson.

O coach também faz treinamentos em empresas, conhecidos como coach em grupo e cursos que são elaborados pensando nas necessidades do empresário.

A ação leva à mudança

Algo que vemos muito quando se trata de coaching são depoimentos de mudança de vida após a aplicação dos instrumentos oferecidos.

Mirian Mori é umas das pessoas que teve sua realidade transformada pelo método. Tendo atuado 22 anos como terapeuta ocupacional e professora universitária, ela teve que parar por conta de problemas de saúde e percebeu que poderia melhorar o modo como estava vivendo.

Eu pensei ‘não quero ficar vivendo minha vida assim, quero reestruturar’ e foi desse modo que eu encontrei o coaching”, conta.

Assim, Mirian, que já trabalhava ajudando pessoas com a terapia ocupacional, encontrou no coaching o propósito de vida para conseguir levar a mudança até elas de uma outra forma.

Para mim, a terapia ocupacional vem para ajudar pessoas, que, por algum motivo, estão prejudicadas de sua independência em alguma função. Já o coaching vai auxiliar as pessoas que estão insatisfeitas em alguma área de sua vida fornecendo instrumentos de mudança”, afirma a coach.

Curso “O Poder da Ação”

Além de todos os serviços prestados pela Mori Coaching, Gerson e Mirian também vão ministrar um curso sobre o livro “O Poder da Ação”, escrito pelo Phd. Paulo Vieira.

O livro, que foi o mais vendido no Brasil nos últimos três anos, utiliza diversas ferramentas do coaching para fazer as pessoas identificarem seu estado de vida atual e levá-las, por meio de ações, a chegarem até onde desejam.

O curso será dia 15 de fevereiro, das 8h às 18h, no Auditório Rosângela Vella. Com oito horas de duração, o evento terá pausa para almoço e um coffee break a tarde.

O livro vai trazer estratégias de como mudar, trazendo conceitos como visão extraordinária, plano de ação e autocoaching”, afirma Mirian Mori.

A palavra chave para o curso é mudança. Portanto, segundo o casal, a experiência é ideal para todas as pessoas que querem transformar a vida e alcançar seus sonhos e objetivos.

O curso Poder da Ação não é motivacional, não é autoajuda, é um curso desenvolvido por um Phd. Dessa forma, é fundamentado em cima da neurociência e da física quântica e é embasado em pesquisas científicas que provaram que dá certo”, finaliza Mirian.

As vagas são limitadas e as inscrições para o curso podem ser feitas pelo site: https://moricoaching.com.br

publieditorial 

Serviço
Curso “O Poder da Ação”
Data: Dia 15 de fevereiro, das 8h às 18h
Local: Auditório Rosângela Vella (Rua Baltazar Rodrigues, 4-83, Jardim Planalto)
Site: https://moricoaching.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/Mori-Coaching
Instagram: @mori.coaching 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Social Bauru
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Portal de finanças “O Meu Patrimônio” lança curso online que ensina como cuidar dos investimentos

Você sabia que a maioria dos brasileiros investe na caderneta de poupança? E que este inve…