Você já parou para pensar como realmente funciona a previsão do tempo? Muito vezes, preocupados com a temperatura daquele dia, pesquisamos rapidamente o celular ou assistimos pelo noticiário a previsão do tempo.

Mas o que será que aqueles números em graus Celsius realmente significam e como eles são coletados? A empresa júnior da Unesp de Bauru, a Atmos Jr, nos ajudou a responder algumas perguntas importantes sobre a previsão do tempo.

De olho no céu

A previsão do tempo começa a ser feita nas estações meteorológicas. Só aqui no Brasil, o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) administra mais de 400 estações, além disso, 10 distritos regionais recebem as informações das estações.

Com o uso de diversos aparelhos, são coletados dados de precipitação, ventos, umidade relativa do ar, pressão e outros. Esses dados são observados de hora em horas nas estações. Depois disso, esses dados se transformam em equações feitas por um super computador, gerando modelos que serão analisados pelo meteorologista

A equipe da Atmos ainda explica:

“Existem dois tipos de estações meteorológicas: a automática, que gera os resultados automaticamente, e a manual, em que os meteorologistas analisam os resultados em horários determinados pela Organização Mundial de Meteorologia”.

Será que vai chover?

Assim como as estações, existem dois tipos de previsões do tempo, as gratuitas, que são geradas automaticamente e normalmente são aquelas que pesquisamos no Google ou recebemos em notificação no celular. Essas não têm alta confiabilidade. Também existem as que são feitas pelos próprios meteorologistas, que possuem maior confiabilidade.

Junto a isso, a antecedência com a qual é feita a previsão também interfere em seus resultados.

“Se for uma previsão com antecedência de 24h, provavelmente terá 95% a 99% de chance de acerto. Conforme vai aumentando o tempo, o acerto diminui. Por exemplo, uma previsão com 15 dias de antecedência tem grande chance de não ser correta”, explica a Atmos.

Outras questões que podem interferir na previsão do tempo são os eventos localizados, como por exemplo, a formação de uma chuva em determinada região em dias de muito calor e umidade disponíveis. 

A importância do tempo

É muito comum olharmos a previsão do tempo antes de sair de casa, para preparar nossa rotina para aquele dia. Seja a roupa que usamos ou até se vamos levar guarda-chuva ou não.

Contudo, a previsão é importante para outras realidades também, como o planejamento de eventos. A defesa civil também conta com o tempo para prevenir e avisar áreas de riscos de alagamento e deslizamento.

No setor de energia, em épocas de seca, as represas não conseguem abastecer o suficiente as usinas, causando o aumento do preço da energia. Com planejamento da previsão, é possível impedir que isso aconteça.

E até a moda é afetada pela previsão do tempo! Sabendo como será a próxima estação, as marcas podem preparar as roupas adequadas.

*A Atmos Jr pertence ao curso de Meteorologia da UNESP de Bauru com sede na IPMet/Unesp

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Pátio do Parque Vitória Régia será reformado

A partir da próxima semana, o boulevard, pátio onde é realizada a feira livre, do Parque V…