A Mostra Icine, que integra a programação do 2º Encontro de Cinema do Interior Paulista, começa nesta terça (21), às 19h, com exibição de curta-metragens pelo canal YouTube/ICine

A mostra é composta por obras de ficção, documentário e animação produzidas em Sorocaba, Ubatuba, Piracicaba, Assis, Tietê, Serra Negra, Jacareí e Socorro. Os filmes trazem temas ligados à cultura afrobrasileira e indígena, identidade LGBTQI+, resistência e família. 

Ainda, parte dos curtas também serão exibidos no dia 28 de julho. Tanto nesta terça quanto no dia 28, após as exibições será feito um bate-papo com os diretores das obras. 

O Icine

De acordo com os curadores das obras, Isadora Torres e Rogério Emílio, os filmes que integram a mostra podem ser definidos da seguinte forma: 

Cinema que atravessa o mito da criação da vida, a luta pela terra e o corpo pop sobreposto a sons perigosamente irônicos, narrativas sobre a pele de dentro e a pele de fora dos seres humanos.


Isadora Torres, uma das curadoras da mostra. Foto: Divulgação

Ademais, a escolha por curtas produzidos fora da capital foi deliberada: “As diversas gerações de cineastas lutam durante décadas para forjar sua própria linguagem e estética interiorana. Queremos contar nossas histórias de dentro para fora, não que elas se popularizem através de um olhar estereotipado e ingênuo da nossa realidade”, comenta Rogério. 

Para ele, as histórias interioranas devem ser contadas pelos próprios cineastas daquele território, na busca pela emancipação e descolonização cultural e econômica do interior em relação à capital.

Encontro de Cinema do Interior Paulista

O 2º Encontro de Cinema do Interior Paulista é organizado pelo ICine – Fórum de Cinema do Interior Paulista, e recebe apoio da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) e do Polo Audiovisual do Velho Oeste. 

O evento ocorre desde o início de junho e vai até dia 8 de agosto, com transmissões ao vivo todas as terças, às 19h, no canal do ICine no YouTube, e discussões ligadas à produção e circulação de filmes nos municípios. 

Para acompanhar a programação, siga o ICine nas redes sociais em @icineforum.

Confira a programação 

  • 21/07 TERÇA | 19h: Mostra I – Rotações e Transversalidades

1. Iemanjá Yemojá, de Célia Harumi Seki (animação, Sorocaba)

“A criação das ondas” sobre Iemanjá, a Rainha do Mar, que recebe de Olodumare, o criador do Universo, o poder de devolver à terra as sujeiras jogadas pelos homens na água.

mostra icine

2. Nossas Caminhadas, de Alexandro Karai Benite e Rodrigo Guim (documentário, Ubatuba)

Curta metragem realizado como resultado da oficina Imagens da Nossa Terra, junto ao povo Guarani da aldeia Boa Vista em Ubatuba.

3. Homem ao Mar, Gabriel Ávila (ficção/LGBT, Piracicaba)

Um homem em estado terminal vive o fim de seu casamento e viaja para o litoral para um retiro espiritual, que mostrará a ele um novo olhar sobre a vida.

4. Sobre Coragem!, de Guilherme Xavier (documentário, Assis)

Documentário propõe experiência olho a olho com moradores da maior ocupação sem-teto da América Latina: a Vila Nova Palestina, localizada às margens de uma reserva ambiental ao extremo Sul de São Paulo.

mostra icine

  • 28/07 TERÇA | 19h: Mostra II – Sentir

5. Fome, de Felipe Fré (ficção, Tiête)

Num pequeno vilarejo rural, Lia vence dragões montada em sua vassoura enquanto sua mãe, Fátima, cozinha para vencer a fome de mais um dia que chega ao fim. Quando uma dupla de saltimbancos chega ao vilarejo, um evento inesperado faz com que mãe e filha compreendam que a fome é um conceito que pode se estender para além do corpo.

mostra icine

6. Certas palavras Precisam ser Ditas, de Vinícius Ellero (documentário, Serra Negra)

Um filho busca entender sua história e a de sua mãe através dos relatos de sua família.

7. Na pele de Charlotte, de Glaucia Veloso (documentário, Jacareí)

Charlotte carrega consigo rótulos que a sociedade lhe impôs ainda na adolescência. Seguir a vida adiante e lidar com sua autoimagem ainda é um desafio a ser vencido. 

8. O Assassino do Bem, de Hiro Ishikawa e Thiago Pedroso (ficção/experimental, Socorro)

Se ele te matou é porque você é chato.

Serviço 

Mostra Icine

Youtube: www.youtube.com/icine
Facebook: www.facebook.com/icineforum/
Instagram:@icineforum/

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Inscrições para participar de oficinas online gratuitas em gestão cultural e iluminação cênica vão até esta sexta (04)

Trabalhar no meio artístico, especialmente no teatro é algo que, assim como todas as profi…