Um projeto bauruense, que já arrecadou toneladas de alimentos, construiu casas e cavou poços artesianos, traça um novo desafio, aumentar as pessoas contempladas com as benfeitorias. Iniciado em 2017, pelo bauruense Willians Silva, o projeto “Eu amo o Sertão” surgiu com o objetivo de ajudar moradores de Manari, no Pernambuco. Naquela época, a cidade mais pobre do país.

Willians, tocado por uma reportagem sobre as condições de vida por lá, pensou em formas de ajudá-los. Assim, compartilhou a ideia com os membros da igreja em que é pastor, que logo apoiaram a ideia. Na primeira ação do projeto, a meta era levar 32 toneladas de alimentos, 3 toneladas de ração, cavar um poço artesiano e construir ao menos uma casa de alvenaria. O objetivo foi cumprido em novembro do mesmo ano.

Perfuração do poço artesiano em Manari-PE (Foto: reprodução/ GRTV)

Desde então, o projeto “Eu amo o Sertão” vai até o nordeste duas vezes por ano. Em abril eles entregam kits de material escolar, já em novembro, levam alimentos e fazem outras ações.

“Passado quatro anos, já estivemos lá sete vezes presencialmente. Todo mês de abril levamos 2.000 kits de material escolar. Em novembro levamos alimentos não perecíveis, construímos casas de alvenaria (total de sete já prontas) e cavamos poços artesianos (total de sete poços abastecendo 500 famílias)”, enumera Willians.

Casa construída pelo projeto “Eu amo o Sertão” (Foto: reprodução/ GRTV)

Ampliando o projeto na pandemia

Atualmente, com a crise decorrente da pandemia de coronavírus, o projeto passou a abranger mais pessoas. Agora, eles realizam doações também na cidade de Inajá-PE e aqui em Bauru.

Neste ano, a meta é arrecadar 50 toneladas de alimentos. Dessa forma, as doações seriam divididas entre 35 toneladas para o sertão e 15 toneladas para Bauru e região. Entretanto, devido ao baixo nível de arrecadação, que até o momento somam 18 toneladas, Willians aponta que mudaram a distribuição.

Alimentos arrecadados para a próxima entrega marcada para o dia 13 de abril aqui em Bauru

Dessa forma, todo alimento arrecadado será distribuído na cidade, tanto para instituições de Bauru, quanto para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Já os valores arrecadados em dinheiro serão destinados a compras das cestas de alimentos no sertão.

Portanto, quem quiser colaborar, pode entregar alimentos e ração até o dia 12 de abril na Igreja Rasgando os Céus em Bauru (Av. Rodrigues Alves, 23-50). A entrega das doações será realizada a partir do dia 13 de abril de 2021 pelos próprios membros voluntários da igreja.

Para ajudar o projeto de forma financeira, basta fazer uma transferência realizada por PIX para a chave 22.657.689/0001-64 (CNPJ da igreja). Para destinar a doação ao sertão, basta acrescentar um centavo no valor total.

Se você se interessou pelo projeto, vale a pena conferir a reportagem realizada em janeiro de 2020 pela GRTV, afiliada à Rede Globo.

 

 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

No Dia da Biblioteca, saiba a importância dos acervos de Bauru

O que nos vem à mente quando pensamos em uma biblioteca? Um espaço cheio de livros. Para a…