A pandemia mudou os hábitos em todas as áreas e na moda não seria diferente. Nas atuais circunstâncias, as formas de comprar roupas e se vestir foram alteradas, principalmente considerando como as pessoas ficam mais em casa e, quando saem, precisam combinar o look com novos acessórios.

Foi pensando nesse contexto que uma turma do curso de Produção de Moda do Senac Bauru lançou no fim de semana um editorial de moda – conjunto de fotos feito a partir de um conceito – e um fashion film. O resultado foi publicado nas redes sociais da turma, o TPM 014, no Instagram.

“Colocamos em prática todos os conhecimentos em meio a uma pandemia na qual tivemos que sair da zona de conforto e nos reinventar pensando em todos os cuidados. Valeu a pena o esforço, pois o resultado está maravilhoso”, comenta Luan Martins, um dos integrantes do grupo. 

Nas fotos e vídeo, as roupas são combinadas com novos acessórios, como máscaras, luvas e face shield. Portanto, apesar do destaque para as peças do vestuário, as flores compõem os novos acessórios.

Foto publicada no editorial de modo do grupo (foto: Thais Vieira)

O grupo aponta que a ideia era despertar um olhar otimista para o futuro. “É a esperança de um novo florescer”, resume Luan. “Esse é o tema do nosso editorial, criado para lembrar que o que passamos seja para nos fortalecer e entender sobre a vida, e que tudo irá florescer novamente”.

Nesse sentido, as flores dão brilho às máscaras, consideradas a grande modificação da área nesse período. Segundo Luan, a moda sempre reinventa o comum e a proteção facial segue esse caminho. As máscaras vêm sendo exploradas pelos fashionistas de diversas formas, cores, tecidos e texturas, em composições tão diferentes. Se tornou um item essencial para proteção e para compor looks harmônicos”, diz o estudante. 

Foto publicada no editorial de modo do grupo (foto: Thais Vieira)

Foto publicada no editorial de modo do grupo (foto: Thais Vieira)

Produção

Somando ao conceito das transformações da pandemia, a proposta também agrega conceitos do atual contexto da sociedade. O casting é formado por Danilo de Oliveira, Winnie Monteiro, Isabela Samogim e Carol Manganelli, quatro modelos de diferentes padrões de beleza.

As roupas foram escolhidas em parceria com Ateliê Miscelânea, Brechó Afromix, Bella Tocca Plus e Trends, empresas que trabalham com os ideais de sustentabilidade e inclusão.

As fotografias foram feitas por Thais Vieira, e as filmagens por Fabrício Ferreira, com produção de Luan Martins, Gabrielo Braga, Julia Garcia, Kennedy Anderson, Luana Mahnis, Tati Santos, Tiago Henrique e Suelen Reis.

Equipe de produção (foto: Thais Vieira)

Mudanças na moda

Como explica Luan, a proposta do editorial de moda é representar como o jeito de se vestir influencia diretamente a sociedade. “Além do estilo e da estética, agora também temos que nos preocupar com a nossa proteção”, comenta. 

Nesse sentido, o grupo de estudantes identifica duas mudanças principais que impactaram os hábitos de moda: mudanças no trabalho (menores salários e home office) e a combinação com novos elementos, como a máscara.

“Podemos dizer que estamos aprendendo a viver novamente. Padrões de  comportamento, modos de consumo e prioridades estão diferentes”, diz Martins. “Ocorreram mudanças significativas do dia para a noite, que fez com que a sociedade passasse a questionar e ressignificar vários pontos, inclusive a moda”.

Foto publicada no editorial de modo do grupo (foto: Thais Vieira)

Foto publicada no editorial de modo do grupo (foto: Thais Vieira)

Foto publicada no editorial de modo do grupo (foto: Thais Vieira)

Foto publicada no editorial de modo do grupo (foto: Thais Vieira)

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Raphael Bonini
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

No Dia da Biblioteca, saiba a importância dos acervos de Bauru

O que nos vem à mente quando pensamos em uma biblioteca? Um espaço cheio de livros. Para a…