“Uma jornada de conexão com o mundo e seus habitantes”. É dessa forma que o casal Arthur NG, 31, e Angélica Mortari, 36, resume o próximo passo da vida deles. O jornalista bauruense e a gastrônoma criaram o portal Project Around para registrar uma viagem pelo mundo.

De início, o projeto parece apenas um site para falar sobre o trajeto. Entretanto, mais do que informações sobre os lugares, o portal é um espaço para compartilhar as histórias encontradas no caminho. 

“Eu faço mochilão, e quando chego nos lugares, sinto a diferença do modo que os habitantes locais enxergam a vida. São outros valores, e isso encanta! É isso que queremos transmitir: o olhar dos locais”, diz ele.

Assim, a proposta do casal é apresentar uma perspectiva diferente do turismo com o qual estamos acostumados. Como diz Arthur, cada povo tem raízes culturais nos países e o Project Around vai registrar esses vínculos.

Casal em viagem

“Quando viajamos de forma convencional, temos o olhar do turista e não percebemos as vivências. Tem aquele ditado: se você quiser comer bem, pergunte a um local, e não a um especialista em viagem. É mais ou menos isso. Buscar uma realidade que não é muito contada”, acrescenta Angélica.

Para isso, o portal terá histórias inspiradoras, fatos históricos e políticos, gastronomia e a conexão dos moradores com os lugares, além do dia a dia dos viajantes. Cada um desses aspectos, afirma o casal, demonstra uma visão profunda das cidades.

“Lugares que foram afetados por um fato histórico, como Ushuaia [na Argentina, primeiro destino deles], por exemplo. Por mais que tenha pontos turísticos, também tem ligação com a Guerra das Malvinas. Uma praça lá homenageia os que partiram na guerra e histórias de sobrevivência”, exemplifica Arthur, comentando que tanto a praça quanto a história estarão no portal.

Land Rover Defender 1997

Arthur e Angélica – acompanhados da poodle toy Maguie – viajarão a bordo de uma Land Rover Defender 1997, adaptada para ser casa, redação móvel e “refúgio”. “Vai ser o nosso companheiro”, comenta o jornalista, destacando como isso é uma das belezas do percurso. Não ter casa e confiar 100% no carro será desafiador”.

A viagem do casal deve começar ainda nesta semana. Partindo daqui, eles dirigem até Ushuaia, cidade no extremo sul da Argentina a 5,1 mil km de Bauru, e devem seguir – sempre de carro – em direção ao Canadá. E qual será o percurso para chegar até a América do Norte?

“Não temos uma data para voltar, nem um cronograma fixo para seguir. Onde houver histórias para contar e fatos para cobrir, é para lá que vamos seguir”, explica Arthur, pois eles querem viajar de forma leve.

“Fizemos um roteiro com alguns pontos que gostaríamos de conhecer, fizemos até um ‘mapinha’. Mas não é obrigatório, porque vamos conforme o fluxo. Vai ser uma coisa livre. Podemos achar uma história ou uma pessoa interessante, e é bom ter essa flexibilidade”, complementa a gastrônoma.

Em uma “segunda temporada” da viagem, o casal pensa em explorar as estradas europeias, asiáticas e africanas.

Todo tipo de conteúdo

O Project Around é um portal multimídia, ou seja, divulga as histórias da viagem por meio de diferentes formatos, entre vídeos, podcasts, reportagens, entrevistas, infográficos, receitas, entre outros.

Arthur, por exemplo, deve continuar com o podcast dele, o Thur pelo Mundo, no qual já compartilhou experiências de viagem e refletiu sobre o que encontrou nos percursos. Nos últimos programas, conversou com mochileiros como forma de se preparar para o início do Project Around.

https://www.socialbauru.com.br/wp-content/uploads/2020/03/FOTO-13.jpg

Dessa forma, os assuntos podem abranger diário de bordo, contando sobre os lugares, entrevistas para sentir a percepção dos moradores e reportagens para falar sobre a história das cidades. A união de todos os assuntos é a forma de aprofundar a compreensão de cada lugar.

“Não é só falar de uma montanha, e sim o que a montanha faz para o povo”, resume Arthur. “Queremos entender como a pessoa vive perto de uma montanha. Vamos falar da beleza natural, mas também entender como ela afeta a vida das pessoas, incluindo a agricultura, a forma de viver, comer, dormir, de trabalhar e enxergar o mundo”.

No caso da Angélica, a culinária será uma forma de expandir a cultura. “Abre um leque de experiências. O olhar de gastronomia pode ser um filtro social, pois é uma forma de expressar a cultura e as vontades nos pratos e nos ritos das refeições. Enriquece muito o conteúdo”, indica o jornalista.

O projeto engloba um site, a página no Instagram e o podcast, todos com acesso gratuito. A ideia do casal é também oferecer conteúdo exclusivo para assinantes, como lives, newsletter, revista digital e receitas, além de enviarem cartões postais comprados no caminho, a cada três meses.

Dois projetos

O Project Around será dividido em diferentes projetos, como forma de organizar os conteúdos. Por enquanto, são duas categorias no portal, de acordo com as formações do Arthur e da Angélica.

Thur pelo mundo

“Inspirado pela experiência na produção do podcast homônimo, Arthur NG planeja ir além dos tradicionais roteiros turísticos e cartões postais, e buscar as histórias inspiradoras e fatos marcantes que moldaram as diferentes nações”, indica o portal. 

Fork Around

“Os diferentes pratos e ritos das refeições serão pautas para o Fork Around. O segmento gastronômico do projeto tem como objetivo resgatar a importância da cozinha afetiva na construção dos elos identitários presentes nas sociedades globais. Junto à chef Angélica Mortari, o público terá a oportunidade de explorar os diferentes sabores e costumes, com vídeos, entrevistas e receitas locais, adaptadas aos ingredientes brasileiros. Uma verdadeira volta ao mundo na cozinha de sua casa”, diz o site.

Casal pelo mundo

Além das histórias que o casal deve encontrar pelo caminho, a própria trajetória deles também faz parte da composição do que será o Project Around. Do Arthur, que cresceu inspirado pelo desenho “As Aventuras de Tintin”, a viagem faz parte da personalidade. 

Já Angélica pensava em intercâmbio, especialmente para conhecer e aprender a gastronomia de diferentes países – especialmente a França e o Peru -, embora o mochilão não estivesse nos planos.

Quando se conheceram, por meio de amigos, o desejo de viajar era um dos assuntos em comum. “Fomos conversando sobre a vontade de fazer mochilão, e nessa época, um amigo meu de infância estava começando a página Casei Sem Casa. Achei a ideia legal”, relembra o jornalista.

Casal em viagem

Rapidamente, o início do namoro virou os planos de viagem. Segundo ele, foi uma das primeiras decisões em conjunto. “Eu até lembro o dia que eu perguntei para ela: ‘vamos viajar o mundo?’. Dali, começamos a pensar no projeto, de juntar nossas especialidades e fazer algo diferente”, relembra.

Portanto, decidiram compartilhar a paixão de viajar. Também por isso eles não têm cronograma definido, porque a viagem será a vida do casal. 

“Nem fizemos planos para depois da viagem, nem como vai ser a segunda parte, que é Europa e Ásia. Tudo pode mudar, e estamos contando que nossa cabeça também vai abrir pra muitas coisas. Vamos também ouvir junto o público que vai nos acompanhar, e vamos juntos agregar essa nova forma de enxergar o mundo”, finaliza o bauruense.

Para acompanhar o casal, acesse o site Project Around e siga no Instagram.

Compartilhe!
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Bisbilhotando Bauru: cidade já esteve no Guinness Book com recorde mundial

Na edição de 26 de abril de 1995, a Folha de S.Paulo publicou que Bauru estava no livro do…