Jogar a dois é muito mais legal. É o dobro de risadas e o dobro de diversão. O casal bauruense, Fernanda e Victor Fraga, embarcou nesse mundo gamer e usou de inspiração a paixão pelo mundo nerd para criar o próprio canal no Youtube.

Com o nome Diário do Casal Gamer, o canal começou há cinco anos e conta com vídeos dos dois jogando os mais variados jogos, além de muitas dicas e claro, diversão! Atualmente, o canal chegou a marca de 100 mil seguidores e recebeu a placa de parabenização do Youtube.

Conversamos com Fernanda e Victor para entender um pouco mais sobre a paixão pelo jogos, quais suas inspirações e como foi chegar a 100 mil seguidores! Confira:

– Por que começar um canal do Youtube de games?

Nós começamos o canal como um tipo de curiosidade em saber como era estar do outro lado. Assistimos muito o canal Coisa de Nerd, do casal Leon e Nilce, e percebemos que seria legal jogar, coisa que já fazíamos, e mostrar esse conteúdo. Criamos o Diário do Casal Gamer com a intenção de incentivar outros casais, primos, irmãos ou mesmo pais e filhos, a jogarem em modo cooperativo e se divertirem juntos. Como nós consumíamos e ainda consumimos muito conteúdo do YouTube relacionado a games, tivemos essa iniciativa em compartilhar como era um casal que poderia jogar juntos.

– Qual a relação de vocês com os games?

Nós gostamos de vídeo games desde a infância, então tivemos diversas fases até o que jogamos atualmente. O primeiro console do Victor foi o Atari, e eu (Fernanda) vivenciei mais a fase do PlayStation 1, então a nossa relação com os jogos já é antiga. Claro que, devido a outros interesses e obrigações, tivemos fases menos assíduas de jogadores. Mas a nossa relação com os games é de muito carinho, enxergamos neles diversas possibilidades de expandir seus interesses, conhecer pessoas e passar boas mensagens.

– O canal chama “Casal Gamer”. Vocês podem contar um pouco sobre a história de vocês como casal?

Nós morávamos bem próximos, mas não nos conversávamos pessoalmente, até que por um amigo em comum, acabamos nos conhecendo pelo Facebook em 2012. Descobrindo diversos interesses em comum, por exemplo, no começo conversamos bastante sobre música e fomos descobrindo que gostamos de muitas coisas parecidas. Estamos juntos há sete anos e apesar de já morarmos juntos há três anos, esse ano nos casamos (inclusive usamos parte do dinheiro que economizamos com Youtube para festa do nosso casamento). Acredito que o trabalho no YouTube acaba nos unindo mais, pois além de casal, também pensamos como espécie de empresa que precisamos trabalhar juntos para colaboração e sucesso futuro do canal.

– O que vocês mais gostam em produzir vídeos para o Youtube?

Tivemos várias fases do canal, no início nosso foco era gameplays e análises dos jogos, mas o conteúdo foi se adaptando de acordo com o público e também com nossos gostos. Nós gostamos de sempre trazer algo diferente e principalmente divertido, já que a maior parte do nosso público é bem jovem, se o conteúdo fica muito travado, isso reflete no número de inscritos e pode acabar com o interesse de assistir aos vídeos e prejudicando o engajamento. Mas, sempre tentamos gravar vídeos que gostamos, por exemplo, mesmo não sendo de interesse de grande parte do público, adoramos jogos indies, RPG e FPS, então tentamos intercalar com os vídeos com o conteúdo que mais faz sucesso atualmente no canal, que é o do jogo Roblox, que é parecido com Minecraft e tem grande apelo com crianças e adolescentes de várias idades, onde é possível criar seus mapas e customizar seu avatar.

casal gamer bauru

– Ao longo desses cinco anos de canal, houve dificuldade? Qual?

Sim, houveram muitas, mas a nossa sorte é que nunca dependemos financeiramente do canal, pois temos nossos empregos. Ainda assim é uma empreitada trabalhosa e no início nós encaramos mais como hobby. Acredito que o maior obstáculo é atrair público e fazê-lo fiel, já que existem milhares de canais tentando se destacar e a cada dia você tem que se desdobrar em ideias para tentar alcançar seu lugar de destaque. Outra dificuldade que enxergamos e muitos outros criadores de conteúdo se queixam, é a plataforma YouTube em lidar com canais pequenos e médios, muitas vezes algumas medidas da empresa acabam dificultando a divulgação dos vídeos. Um dos nossos focos para vencer as dificuldades do canal é a melhoria em equipamentos para gravação. Para seu conteúdo ser de qualidade, não basta apenas carisma nos vídeos, é necessário um investimento em dispositivos. Mas, isso são coisas que nós fomos investindo de acordo com as possibilidades.

– Como gerar engajamento do público para o canal? E como criar uma base de fãs que hoje somam 100 mil?

Muita paciência e divulgação em redes sociais. Houve diversos momentos nesses cinco anos que quase desistimos do canal. Várias tentativas que fracassaram, mas é um trabalho de muita tentativa, erro e acerto. No início, nós tínhamos muito foco em quantidade de vídeos, lançar material diariamente foi o que fizemos por uns dois anos ou mais. Porém depois de muito tempo percebemos que vídeos mais elaborados poderiam nos ajudar. Nosso canal começou a ganhar muito engajamento depois que focamos nosso conteúdo em Roblox e direcionamos a linguagem para um publico mais jovem (não falar palavrão, por exemplo). Também tentamos criar algo mais descontraído e até piadista, o que atraiu muito do público que temos hoje.

O Victor começou a estudar bastante a plataforma, e percebeu, que videos de famílias, onde os pais jogavam junto com os filhos iam muito bem. Mas, como nós não temos filhos ainda, tivemos a ideia de gravar nosso gato Chester fazendo gameplays, como se fosse uma pessoa. Os inscritos adoraram, inclusive vivem pedindo para gente fazer um canal só para ele.

Temos vídeo de mais de 600 mil visualizações, uma coisa que provavelmente não seria possível se não percebêssemos e entendêssemos que os maiores consumidores de YouTube são crianças e adolescentes. Atualmente nosso público tem uma parcela maior na faixa etária até os 13 anos. Fazemos também referências a coisas que esse público gosta, como desenhos animados, personalidades do momento e estilos musicais que eles escutam. Contudo, também gostamos de apresentar à eles coisas da nossa época que provavelmente eles não conheçam.

– Vi que vocês já jogaram diversos jogos. Tem algum favorito?

O Victor adora a série de jogos Dark Souls, um RPG que é extremante difícil. Eu (Fernanda) gosto muito dos jogos da série Tomb Raider, da heroína Lara Croft, que tem foco em aventura. Mas, o meu jogo preferido é Life is Strange, que é um jogo muito focado em história e suas decisões afetam o destino dos personagens. Infelizmente não são jogos que atraem muito a atenção do nosso público, então eles acabam não aparecendo muito no canal.

– Para vocês, como foi poder conquistar 100 mil seguidores? Qual a sensação?

A sensação é de um grande esforço recompensado. Nós sabemos o quanto batalhamos e sonhamos com essa conquista, mas ainda é um pouco surreal. Isso porque exige tanta dedicação, que quando você vê que chegou lá, demora um pouco para cair a ficha. Foram muitos finais de semanas que às vezes sacrificamos algum outro lazer. Ainda assim sempre encaramos o canal como uma maneira de divertir os nossos inscritos que adoramos tanto e divertir a nós mesmos. Pretendemos continuar nessa jornada por um bom tempo e sempre fazendo com carinho e dedicação o que chamamos de trabalho, mas que também é um lazer precioso.

– Quais os planos para o futuro do canal?

Queremos aumentar o alcance dos vídeos, e para isso sempre estamos nos desdobrando para criar ideias diferentes. Também pretendemos começar criar vídeos diferentes de games, por exemplo de viagens, eventos e passeios. No momento por enquanto são esses os planos, mas sempre estamos mudando essas rotas, porque isso de criar conteúdo é muito imprevisível. Já fizemos vários planos que nunca saíram do papel e outros que se realizaram e nunca foram imaginados. O plano principal é continuar passando uma mensagem legal para o público, mesmo que seja para melhorar só um pouquinho a vida de cada um que nos acompanha.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

O Natal dos pequenos bauruenses pode ser mais feliz com a campanha Papai Noel dos Correios

Ainda é novembro, mas o espírito natalino já está entre nós. Decorações nas ruas, panetone…