Praticar esportes, além de ser uma ótima maneira de cuidar da saúde, também pode ser uma forma de se aprimorar em diversos aspectos.

Dentre as práticas esportivas, as lutas marciais vêm ganhando destaque por trazerem benefícios para os praticantes como: o ensino da disciplina, fortalecimento de músculos, coordenação, equilíbrio e o desenvolvimento de consciência corporal.

Pensando nas vantagens oferecidas por esse tipo de esporte, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) abriu 30 vagas para aulas gratuitas de kung fu em duas modalidades: Shuai Jiao e Taolu.

Shuai Jiao X Taolu

O Kung Fu é um esporte milenar que proveniente da cultura chinesa. A prática conta com mais de 300 modalidades e divisões de competições, entre elas encontram-se o Shuai Jiao e Taolu.

O Shuai Jiao é derivado da luta corpo a corpo, que apresenta técnicas de projeções, quedas e imobilizações seguidas de golpes traumáticos.

Já o Taolu combina uma série de movimentos pré determinados e as formas originais preservam estilos com inspirações em animais.

Se interessou em participar?

As aulas serão ministradas por Murilo Prieto (professor de Shuai Jiao), Marcelo Yamada (professor de Taolu), Marcela Polastri (instrutora de Taolu) e Alberto Rodrigues (instrutor de Taolu).

São 15 vagas disponíveis para cada modalidade. Podem se inscrever para as aulas pessoas a partir dos cinco anos, não havendo restrição de idade máxima.

As aulas serão realizadas às terças e quinta-feiras no Ginásio de Esportes Guilherme Dal Colletto de forma que as de Shuai Jiao acontecerão das 18h30 às 19h30 e as de Taolu, em sequência, entre às 19h30 e 21h00.

Os interessados devem realizar suas inscrições no local das aulas. Para isso, é preciso levar uma cópia do documento identidade e um atestado médico.

Serviço
Aulas de Kung Fu
Local: Ginásio de Esportes Guilherme Dal Colletto (R. Bernardino Pereira, 1-2 – Vila Industrial)
Facebook: www.facebook.com/prefeituradebauruoficial/

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Rotina e adaptações: saiba como o coronavírus mudou o dia a dia dos bauruenses

Acho que até esse momento nunca tínhamos parado para pensar sobre as implicações de não po…