Nesse tempinho em casa, que tal colocar as leituras em dia? Essa é uma ótima oportunidade para ler todos aqueles livros acumulados na estante por falta de tempo ou até mesmo para começar novos títulos e explorar gêneros diferentes da literatura!

Além disso, tem maneira melhor de viajar sem sair do lugar? Com suas diversas histórias e personagens, os livros nos permitem passear por aí usando apenas a imaginação.

Se seu impedimento é a falta de ideias de livros para ler, essa matéria é para você. Conversamos com as leitoras bauruenses Angélica Messias (do instagram @corteliterariaoficial), Bianca Landi e as mediadoras do Leia Mulheres em Bauru Kimberly Kelly e Yngrid Suellen que indicaram um listão para nenhum fanático por livros botar defeito.

Confira as dicas:

Jóquei – Matilde Campilho

Ideal para quem gosta de poesia, o livro “Jóquei” reúne poemas de diversas temáticas da autora portuguesa Matilde Campilho. Segundo Bianca Landi, a escritora compartilha experiências da sua própria vida de um jeito leve e cheio de ternura. Assim, é difícil que o leitor não se envolva e não se comova com a forma de Matilde ver o mundo.


Foto: The Summer Hunter

Como num filme – Lauren Layne

Nada melhor do que um clichê romântico para se distrair nesses tempos de quarentena, certo?

O livro do gênero “New Adult” conta a história do playboy Ethan e da rebelde Stephanie, um par bem improvável que, mesmo se odiando, se une em prol do benefício próprio.
Mas como diria o ditado: os opostos se atraem. Dessa forma, de acordo com Angélica Messias, a combinação entre os dois personagens é desastrosa, engraçada e traz muito romance.


Foto: Blog Prateleira de Cima

Série “Perdida” – Carina Rissi

Responsável por marcar a estreia da autora nacional Carina Rissi, a série conta a história de Sofia, moradora de São Paulo e acostumada com a modernidade, mas que devido a um acontecimento misterioso se vê perdida no século passado.
Em meio à jornada para voltar para seu tempo, Sofia acaba conhecendo alguém que pode ser seu amor verdadeiro.


Foto: Blog Arqueologia Egípcia

Série “Clichês em rosa, roxo e azul” – Maria Freitas

Essa série LGBTQ+ da autora nacional Maria Freitas conta com três livros independentes: “Mas.. e se?”, “Um corpo de verão” e “Espero que não perca”.

Mas… e se?

O cantor sertanejo Henrique volta para casa depois de uma temporada de shows e tem que aprender a lidar com Pedro, o novo namorado de sua esposa. O livro conta sobre o relacionamento entre os três em meio a carreira de Henrique no mundo sertanejo.

Um corpo de verão

Vanessa vai passar o fim de semana em um clube, a convite de um amiga de sua mãe. Nesse passeio ela reencontra uma amiga de infância que também é uma crush antiga. Mas o tempo passou, as duas amigas mudaram e há um certo distanciamento entre elas.

Ao mesmo tempo que aborda o relacionamento das duas, o livro também fala sobre assuntos importantes como a gordofobia e a pressão estética sobre o corpo das mulheres.

Espero que não perca

Um romance de época que acontece em 1938 entre Mercedes e Alzira. Com direito a amor proibido, reencontros e críticas sociais, o livro promete conquistar quem gosta de um clichê romântico.

A Guerra que Salvou a Minha Vida – Kimberly Brubaker Bradley

O livro se passa na segunda guerra mundial e conta a história de Ada, uma garotinha de 10 anos que mora com a mãe e com o irmão.

Por ter uma deficiência no pé, Ada tem dores para andar e sofre com a rejeição materna. Impedida de ir à escola e sair, a menina cuida da casa e do irmão sozinha e ainda lida com os maus-tratos da mãe.

Porém, com a guerra se aproximando, seu destino pode mudar completamente.

A história de Ada é triste e de doer a alma, mas que deixa um quentinho no coração e nos ensina que mesmo passando por momentos difíceis na vida e parecendo que nada vai dar certo, sempre há uma luz no fim do túnel. O livro é o vencedor do Newbery Honor Award, primeiro lugar na lista do New York Times e adotado em diversas escolas nos Estados Unidos”, comenta Yngrid Suellen.


Foto: Blog Livrólotras

Os 12 signos de Valentina – Ray Tavares

Com um término recente de relacionamento, Isadora decide unir um trabalho de sua faculdade sobre jornalismo investigativo a um experimento amoroso para descobrir qual o signo que melhor combina com sua personalidade.
Assim, misturando signos do zodíaco, romance e uma protagonista curando seu coração partido, o livro é um prato cheio para quem curte uma história divertida.


Foto: Blog o que tem na nossa estante

Deu Ruim – Nahra Mestre e Deh Ratton

No auge de seus dezesseis anos, Clara sonha em ser como a tia, a subcelebridade Isabela Sampaio. Enquanto a adolescente já planeja seu futuro, tendo em vista uma vida com glamour e notoriedade, sua tia está cansada da fama e deseja viver uma vida simples como antes.

Mas o que ambas não esperavam era que o universo ia conspirar a favor do desejo das duas, trocando seus corpos. Assim, lidando com a vida uma da outra, tia e sobrinha tentam resolver essa situação.

Pax – Sara Pennypaker

O livro conta a história do menino Peter e sua raposa Pax, a qual ele resgatou quando ainda era filhote. Um romance para todas as idades, o livro fala sobre amor e lealdade.

É a história da amizade entre uma raposa e um menino, e a aventura que ele enfrenta para tentar resgatá-la quando ela desaparece. Com uma narrativa super envolvente, o livro conta com algumas ilustrações também. Me emocionei muito quando li”, relata Bianca.


Foto: Vagando e divagando

Conectadas – Clara Alves

O livro conta a história de Raíssa e Ayla, duas meninas que moram em cidades diferentes mas se conhecem jogando Feéricos, um dos jogos mais populares do momento. Desde então, elas não se desgrudam mais e conversam todos os dias virtualmente.

No entanto, há um pequeno problema, Raíssa joga com um avatar masculino e Ayla não sabe que está conversando com outra menina. Assim, quanto mais as duas se envolvem, mais Raíssa teme contar a verdade.

Com a primeira feira de Féericos em São Paulo, a chance das duas se encontrarem pessoalmente é alta, ficando a questão: será que esse romance on-line conseguirá sobreviver à vida real?

livros
Foto: Dinastia Geek

Geekerela – Ashley Poston

Se você gostou da indicação anterior, é bem capaz de gostar dessa também por se tratar de outro romance geek.
Nessa história, Elle segue os passos de seu pai e se torna fã da mesma série icônica de ficção científica que ele ama. Com o remake da série em produção, é lançado um concurso de cosplay para o baile de gala com o protagonista, que por acaso é o ator favorito de Elle.

Geekerela é um dos livros mais fofos que já li na vida e acho que todos fãs de uma bom romancezinho nerd deveria lê-lo”, indica Angélica.

livros
Foto: Escritora Whovian

A Rebelde do Deserto – Alwyn Hamilton

A jovem Amani Al’Hiza deseja se libertar do futuro opressivo e angustiante que a espera. Assim, para escapar de sua cidade e ir até a capital Izman, ela decide se disfarçar e participar de um campeonato de tiro.
Entretanto, para conseguir chegar ao seu destino ela vai precisar enfrentar
os desafios de um deserto mágico, um príncipe rebelde e um Sultão ditador.


Foto: Sooda Blog

Professor Feelgood- Leisa Rayven

Para fazer sua carreira decolar e conseguir a promoção com a qual sonha, Asha Tate precisa achar um best seller que gere muitas vendas para a editora onde trabalha.

É assim que a protagonista encontra no Instagram o perfil do Professor Feelgood, que posta fotos instigadoras e poemas ousados que, com certeza, chamariam a atenção em um livro de textos românticos.
Desse modo, faz-se uma parceria perfeita entre editora e artista, que pode passar de uma relação estritamente profissional para algo a mais.

Doses altíssimas de risadas, versos apaixonantes e um casal maravilhoso! Aquele livro para ser devorado em um dia só”, revela Angélica.


Foto: Caminho cultural

Trilogia “Não Pare!” – F.M.L. Pepper

A trilogia conta a história de Nina Scott, uma adolescente que sofre com sua mãe super protetora e as mudanças de cidade que não a permitem ter uma vida normal. Além disso, a adolescente vive rodeada por mortes em circunstâncias estranhas.

O bom dessa trilogia são os plot twists que a autora distribuí pela trama nos fazendo ficar embasbacados com todas as reviravoltas chocantes. Com romance, aventura, traição e tudo o que um bom livro precisa ter na dose certa”, conta Angélica.


Foto: Blog Prateleira de Cima

Trilogia “As Bruxas de Oxford” – Larissa Siriani

Outra trilogia indicada, dessa vez por Kimberly Kelly, foi a “As Bruxas de Oxford”. Os livros contam a história de Malena, uma garota que se muda para uma casa que supostamente era habitada por bruxas antigamente.
Não bastasse morar nesse lugar bem assustador, o passado da casa começa vir à tona, causando diversos efeitos na vida de Malena.

Leitura gratuita

Além de aproveitar todas essas dicas de livros, durante a quarentena, diversas editoras estão liberando e-books gratuitos, ou seja, mais possibilidades de leitura para quem está em casa!
Confira as editoras que estão com esse projeto:

livros

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Costumes, fonemas e narrativa formam “Trocadilho Xoteado”, nova música de Nelson Itaberá

A música a serviço da linguística, da exploração bem humorada da cultura, costumes e da ri…