O Projeto Museus em Casa continua em Bauru com atividades culturais voltadas às Artes e à História. No último dia 28, a Secretaria Municipal de Cultura lançou, por meio das redes sociais dos museus bauruenses e dos portais da Prefeitura, mais uma parte da programação do projeto.

Segundo a chefe de seção do Museu Histórico de Bauru (MHISB), Fabiana Ferreira Rocha, o objetivo proporcionar à população uma educação patrimonial, histórica e cultural. Dessa forma as atividades continuam por meio da internet, respeitando as medidas de distanciamento social devido à pandemia de Coronavírus.

Desenhando a história

O segundo episódio da websérie “Desenhando a História” é sobre a Capelinha do Divino Espírito Santo, que, hoje, dá espaço à Catedral do Divino Espírito Santo, na Praça Rui Barbosa. Disponível na página do MHISB no Facebook, o projeto conta com a participação dos bauruenses na sugestão de temas.

As animações são produzidas por Nilson Júnior e as narrativas locutadas por Fabiana Ferreira Rocha. O episódio piloto, lançado no dia 24 de maio, contou a história por trás da origem do Sanduíche Bauru.

Artista da Semana

A série “Artista da Semana”, da Pinacoteca Municipal de Bauru – Casa Ponce Paz, também continua. A a segunda parte da exposição virtual sobre João Ponce Paz, um dos irmãos da dupla de artistas que dão nome ao prédio já está disponível para o público conferir. O projeto pode ser visualizado e acompanhado pela página do museu no Facebook.

Na exposição virtual estão destacados os trabalhos de João Ponce Paz, entre obras que retratam paisagens urbanas de diversas cidades do Brasil, bem como retratos de familiares, amigos e auto-retratos.

Quadro que integra a exposição virtual de João Ponce Paz

Jogo interativo do Museu Ferroviário

Por fim o Museu Ferroviário Regional de Bauru (MFRB) desenvolveu um novo jogo interativo em comemoração aos seus 30 anos. A iniciativa é parte do projeto que prevê a modernização e reestruturação do espaço e foi uma parceria com a Hood Studios e as Plataformas Virtuais.

Na partida, o jogador é o maquinista de uma locomotiva à vapor em um percurso. O objetivo é guiar o trem, criando trechos entre as trilhas de ferro e desviando dos obstáculos. Assim, o trem que parte da Estação Ferroviária Central e passa por diversos pontos históricos, culturais e turísticos de Bauru. O jogo é recomendado para crianças a partir de 5 anos de idade. Ainda em fase de testes, recomenda-se jogar pelo navegador Mozilla Firefox.

Nos próximos dias, o Projeto Museus em Casa vai, ainda, promover mais visitações imersivas nos acervos do MFRB e da Pinacoteca. Além da exposição “Dinda: uma representante da Arte Naïf brasileira em Bauru”, da artista Myriam Therezinha Vanzella Sanson, cuja abertura foi prejudicada pelo início do período de quarentena.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Artistas e trabalhadores da cultura: cadastro para Lei Aldir Blanc vai até o dia 4 de novembro em Bauru

A Lei nº 14.017, nomeada Lei Aldir Blanc em homenagem ao escritor e compositor que faleceu…