Ao longo do mês de março, o Veredas Festival de Arte Contemporânea Online irá movimentar a cena artística e cultural não só na região de Bauru, mas também de todo o Brasil. A programação do Festival, que conta com palestras e oficinas, já está fechada e disponível ao público. As atividades irão ocorrer de 8 a 31 de março.

As palestras, que serão transmitidas via Youtube de forma abertas e gratuitas, são divididas em 3 eixos: crítica e políticas na atualidade, curadoria e educação e mercado e práticas em arte. Sendo assim, em cada semana, as palestras abordarão um eixo.

Nesta primeira semana, de 08 a 11 de março, a temática será “críticas e políticas na atualidade”. Portanto, traz discussões pertinentes ao fazer e pensar a arte no contemporâneo, além de abordar importantes elaborações referentes a processos de descolonização dos corpos e dos modos tradicionais de atuação no campo artístico.

A mediação das palestras fica por conta de Janaú, poeta e artista-educadora. Mestre em Educação pela UERJ, pesquisa arte, a retomada indígena e as curas possíveis para o trauma colonial em Pindorama.

Confira o que vai rolar nesta primeira semana:

  •  Segunda-feira (08/03, às 20h)

Colonialidades e suas emboscadas: A colonização não acabou, mas como ela continua? A palestra buscará fornecer ferramentas para reconhecer colonialidades de gênero, raça e etnia no cotidiano.

PALESTRANTE: Geni Núñez.

  • Terça-feira (09/03, às 20h)

Explode! Escola: O encontro abordará a trajetória da plataforma Explode!, desde 2016. Buscaremos enfatizar diversas formas de aprendizagem experimentadas ao longo desse período. As noções de legitimidade de saberes serão compreendidas através das experiências vividas por diferentes corpos e coletividades, em suas relações com o mundo. Explode! Escola convoca à explosão de uma certa escola – aquela incapaz de colaborar com a descontinuidade das inúmeras formas de dominação e opressão estrutural.

PALESTRANTES: João Simões e Claudio Bueno.

  • Quarta-feira (10/03, às 20h)

Qual chão aguenta o meu descanso?: Nessa conversa, Camila Fontenele compartilha sua investigação poética sobre o corpo gordo. Utilizando a fotografia, o desenho e a escrita como suporte, a artista elabora experimentações acerca da desaparição e aparição, refletindo sobre seus fluxos de deslocamento e as possibilidades de criação de novas paisagens. Em seus estudos, anseia um lugar onde os corpos criam relações de pertencimento.

PALESTRANTE: Camila Fontenele.

  • Quinta-feira (11/03, às 20h)

Beleza é verbo: O fenômeno da deficiência e acessibilidade estética nas artes: A palestra-comunicação Beleza é Verbo, o fenômeno da Deficiência e acessibilidade estética nas artes, pretende a discussão sobre espaços de troca, intercâmbio e produção de saberes nas Artes e suas relações com a experiência da Deficiência e as novas estéticas que se revelam a partir do fazer-pensar-arte enquanto potente geradora de produção de conhecimentos para terrenos artísticos mais acessíveis e menos demarcatórios. Entende-se aqui a acessibilidade estética enquanto uma prática para a construção de sensibilidades, estímulos criativos e sensoriais para o despertar de novas formas estéticas acessíveis para o campo das artes quando envolve a experiência da deficiência e os modos de pensar e fazer arte sob a perspectiva de uma acessibilidade para além do campo funcional. A acessibilidade estética impulsiona para uma mudança em relação aos modos de fruição e, consequentemente, dos cânones tradicionais de representação na arte, considerando-se a necessidade de ruptura dos processos de exclusão e demarcação corporal que, todavia, impedem o exercício da autonomia criativa e receptiva dos corpos com algum tipo de deficiência.

PALESTRANTE: Carolina Teixeira.

Confira a programação completa das palestras: veredasfestival.com/palestras.

Já as oficinas contam com uma variedade de temas voltados para o campo de linguagens artísticas e possuem caráter formativo. As transmissões serão realizadas via plataforma Zoom e as vagas são limitadas. As inscrições podem ser feitas no site do Festival.

Programação de oficinas: veredasfestival.com/oficinas.

A curadoria do Veredas fica por conta de Beatriz Lemos, curadora adjunta do MAM Rio de Janeiro e integrante da equipe curatorial da 3ª edição de Frestras Trienal de Artes.

Programa de acompanhamento artístico

Um dos eixos do Festival, o Programa de Acompanhamento Artístico selecionou doze pessoas – produtores visuais de diferentes marcadores sociais, áreas de atuação, faixas etárias e formação – por meio de chamada pública realizada no mês de fevereiro.

Um dos objetivos do programa é contribuir com o aprimoramento da produção cultural-artística no interior paulista e suas articulações. Ao todo, o Festival recebeu cerca de 130 inscrições.

Os selecionados foram contemplados com bolsa no valor de R$ 2 mil. O grupo irá contar com mediação de Luciara Ribeiro e Daniel Albuquerque.

Veredas festival

Pensando na formação e na profissionalização da cena de arte contemporânea concentrada no centro-oeste paulista, Veredas Festival nasce a partir de uma mobilização coletiva de produtoras e gestoras culturais do centro-oeste paulista.

Focado no desejo de criar redes de trocas de conhecimento, fortalecida por uma perspectiva de arte e educação não circunscrita em regimes de acesso excludentes, a iniciativa, que nasceu em Bauru, se detém na formação e na profissionalização da cena de arte contemporânea.

Transdisciplinar e sem se valer de um eixo temático único, o projeto se firma em discussões acerca de concepções críticas e políticas da atualidade, na prática e na experiência curatorial. Além das muitas Histórias da Arte, em demandas próprias da área artística, na ingerência do mercado de arte e demais interlocuções que serão criadas ao longo dos encontros propostos.

O Veredas Festival é uma realização do Programa de Ação Cultural (ProAC Expresso LAB) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do estado de São Paulo e do Governo Federal – Lei Aldir Blanc.

Serviço
Veredas Festival de Arte Contemporânea Online
Data: de 8 a 31 de março
Programação completa: www.veredasfestival.com
Para mais detalhes, acompanhe as redes sociais do Festival: @veredasfestival
Dúvidas: [email protected]

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

No Dia da Biblioteca, saiba a importância dos acervos de Bauru

O que nos vem à mente quando pensamos em uma biblioteca? Um espaço cheio de livros. Para a…