O Noroeste abraçou a vaquinha do pequeno bauruense e torcedor noroestino Murillo Roberto Ruiz Bueno. Aos 12 anos e em cadeira de rodas, ele sofre com as sequelas da síndrome de Duchenne, uma doença genética rara que degenera a musculatura.

Diagnosticado aos 7 anos, o garoto necessita de remédios que custam cerca de R$ 7 milhões e são importados dos Estados Unidos, o ‘Vyondys 53’ (Golodirsen) e o ‘Viltepso’ (Viltolarsen). 

A solicitação desse tratamento aqui no Brasil custa R$ 50 mil, pois é preciso pagar a ação judicial para requerimento e a logística. E no momento, a família vive uma situação difícil. 

O pai, Danilo Bueno, perdeu o emprego durante a pandemia e a mãe, Ana Paula Ruiz Bueno, não trabalha para cuidar dos filhos em tempo integral. “Começamos a batalha para conseguir os remédios que nosso Murillo precisa. E precisamos da ajuda de todos nesse momento”, explica o pai.

Por isso, a família dele – descendentes do maestro Miguel Ângelo Ruiz, autor do hino do Norusca – pede ajuda da torcida, dos bauruenses e de moradores da região. Eles buscam contribuição por meio de uma ‘vaquinha’ online. 

Para doar para a vaquinha, você deve entrar no site Vakinha. Quem quiser doar via PIX, basta enviar o dinheiro pela chave de acesso 508.877.888-07.

Atualmente, Murillo tem acompanhamento médico no Hospital das Clínicas de São Paulo, com equipe de pediatria, neurologia, ortopedia e realiza fisioterapia na SorriBauru. 

Visita ao Centro de Treinamento

Enquanto aguarda o apoio dos bauruenses e os remédios, o pequeno torcedor do Noroeste vive momentos felizes com o time. Ele, os pais e o irmão caçula Miguel visitaram o centro de treinamento no Estádio Alfredo de Castilho.

A família foi recepcionada por jogadores, comissão e dirigentes, entre eles o atual presidente Leandro Palma, o Lelê, e o conselheiro Estevan Pegoraro. Das mãos deles, ganharam camisas personalizadas do time de 2021.

Antes da visita, a família e os representantes do Noroeste foram testados para a Covid-19 e tiveram resultados negativos.

A doença

A distrofia muscular Duchenne (DMD) é uma doença genética neuromuscular rara e fatal. A distrofia causa a fraqueza muscular progressiva dos músculos e não há cura. 

São sonhos da família também adquirir uma cadeira motorizada para Murillo, já que a fraqueza muscular o atrapalha se locomover sozinho, além de um carro adaptado para sua locomoção adequada.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Raphael Bonini
Carregar mais em Saúde e Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Casal inaugura unidade de uma das maiores franquias de odontologia do país em Bauru

O casal Natália Leme, dentista, e Ricardo Margonato, empresário, sempre tiveram a vontade …