Um grande prédio se destaca na quadra 21 da rua Rio Branco, é o Santiago Saúde e Laboratório, que realiza coleta e diagnóstico de exames laboratoriais. Embora pareça uma novidade, ele foi inaugurado em 1958 aqui em Bauru na avenida Rodrigues Alves. Em 1963 mudou-se para a rua Monsenhor Claro, onde ficou por mais tempo, depois ficou na rua Rio Branco, Quadra 13, por três anos, até ir para a atual sede.

Quem relembra a história é a Drª. Helga Maria Santiago Silva, médica patologista-clínica, filha do fundador do Santiago e hoje responsável pelo laboratório. “Desde aquela época somos um laboratório familiar. Então procuramos priorizar a saúde por meio de um atendimento mais intimista. Nos preocupamos também com o diagnóstico e em dar um resultado rápido. Conforme a tecnologia foi chegando, fomos nos adaptando.”

Fundador Oswaldo Santiago (foto: Arquivo Pessoal)

Agora, o novo prédio surge com o intuito de reforçar o atendimento próximo aos bauruenses. Se por fora a estrutura em nada remete à saúde, por dentro, apresenta um ambiente amplo e ao mesmo tempo acolhedor. Para chegar nesse resultado, o projeto de arquitetura utilizou conceitos do design biofílico. Ou seja, o ambiente prioriza a conexão dos seres humanos com a natureza, essencial para saúde integral, física, mental, social e emocional espiritual.

Portanto, detalhes como a mesa das atendentes (que aproxima os clientes), as cores, os móveis e a iluminação foram escolhidos com cuidado. Tudo para que a coleta de exames seja menos estressante possível e a experiência vá além de um compromisso médico.

Ambiente propício à amizade

Por isso, o atendimento também precisa ser cuidadoso e vem no sentido de acolher. As atendentes estão disponíveis para solucionar todas as dúvidas sobre os exames mesmo antes do procedimento acontecer. E o contato não acaba após a realização do exame.

Nesse sentido, o espaço do café é um convite para fazer o desjejum com tranquilidade. A cafeteira proporciona opções como café, chocolate ou cappuccino, que podem ser complementados com chantilly e canela! Além disso, para comer é oferecido pão de queijo quentinho.

“É um rompimento de barreiras para tranquilizar após realizar a coleta, queremos finalizar esse atendimento com chave de ouro. Queremos mudar essa experiência, representando mesmo uma cafeteria, não um espaço rápido de laboratório para pegar uma bolachinha e ir embora. Queremos quebrar barreiras do começo ao fim do atendimento”, diz a médica.

Futuramente o local também será propício para reuniões, inclusive com médicos para tratar sobre assuntos da saúde.

Exames e convênios

O segundo andar do Santiago foi preparado para realizar os exames de patologia clínica, tais como exames laboratoriais, anatomia patológica e citologia oncótica.

Para as crianças, a sala é especial, com papel de parede colorido, tornando o procedimento mais lúdico.

Já o terceiro andar ainda está em fase de finalização e em breve será inaugurado. Sobre o que o espaço reserva, fica um clima de surpresa!

Mesmo que a nova sede seja um convite para conhecer o Santiago, o laboratório também contempla quem não pode ou não quer sair de casa para fazer exames. Portanto, a coleta domiciliar é um conforto para pacientes acamados, que o médico contraindica sair de casa ou até mesmo por conta da pandemia. Os atendimentos também podem ser feitos em empresas.

O Santiago é um laboratório particular, porém oferece convênio com os principais planos de saúde: Unimed, Apas, Bradesco, Sulamerica, Cassi, Cabesp, Fundação CESP, entre outros.

63 anos do Santiago

Segundo a médica responsável pelo local, o diferencial do Santiago é o atendimento próximo e humanizado, porém a parte técnica acompanha a atualização tecnológica. Além dos equipamentos modernos, os profissionais seguem todos os protocolos para realizar cada um dos exames.

“Os protocolos de segurança e os equipamentos são extremamente modernos, então a análise em si é incontestável, estamos no limite da qualidade. A qualidade aumenta no relacionamento e acompanhamento do paciente, para nós cada pessoa é única, ressalta.

Enxergar o paciente como único é algo que a Drª. Helga prioriza não só como responsável pelo Santiago, mas também como médica de clínica geral. Ela explica que faz uso da medicina biomolecular, que parte do princípio da individualidade da pessoa e de seus problemas. Assim o paciente e sua saúde são priorizados, aspecto que se estende ao laboratório.

Por isso, quando questionada sobre o que seu pai sentiria ao ver a evolução do Santiago, a resposta é apenas uma: “Muito feliz!”. Com um grande sorriso, ela ainda relembra de quando era criança e o laboratório estava apenas começando.

Antigamente não tinha tecnologia e meu pai fazia um exame para teste de artrite e artrose no carneiro que ficava no fundo de casa. Para os testes de gravidez injetava-se a urina da mulher no sapo, então íamos no Rio Bauru para pegar sapos. Então a gente vê a evolução”, relembra.

Ação para os testes de Covid-19

Com a recente inauguração do novo espaço, o Santiago está com uma ação para quem quer saber se está com Covid-19. O exame do antígeno está no valor de R$100.

publieditorial

Serviço
Santiago Saúde e Laboratório
Local: Rua Rio Branco, 21-10, Vila América
Contato: (14) 3201-1881 / (14) 99837-1881
Site: www.saudesantiago.com.br
Redes sociais: @santiagosaudelab / /santiagosaudelab

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Empreendendo pela 1ª vez, farmacêutica de Bauru explica como medicamentos podem ser manipulados sob medida

O conceito de “farmácia” é consolidado como o lugar onde se compra remédios caso algo não …