Para entrar no prédio da Moni Software, é preciso abrir a porta com acesso biométrico. Depois, todos passam pelo processo de intertravamento. Isso garante a segurança nos acessos de todas as pessoas. “Aqui a casa é de ferreiro, mas o espeto não é de pau”, brinca o diretor de operações, Rafael Danzi.

A empresa desenvolve um software de monitoramento de segurança, com diferentes recursos de proteção de patrimônio, utilizado por empresas de segurança de todos os portes.

Essa plataforma possui mecanismos como portaria remota, controle de entrada e saída e visualização das câmeras. Além disso, se integra a equipamentos físicos, como reconhecimento facial e leitura biométrica. “Vai desde o convencional monitoramento de alarmes até soluções avançadas como integração com CFTV [sistema de vigilância]”, explica Rafael.

Por meio desse software, a desenvolvedora atende empresas de segurança do Brasil inteiro. Alguns países vizinhos também utilizam a plataforma da Moni. “Hoje, são mais de 2,2 mil empresas no Brasil e alguns países da América Latina que utilizam o nosso software”, diz Danzi.

É aqui que o software é desenvolvido

Nesse sentido, é uma empresa que mostra Bauru para o país, como afirma o diretor. “Hoje, enxergar que a gente conseguiu alcançar a liderança de mercado na segurança eletrônica no Brasil e manter a essência, para gente, é um sentimento ímpar”, conclui.

Cultura de inovação

Para alcançar esses resultados, a Moni aplica uma cultura interna de inovação e participação ativa dos colaboradores. Todos os departamentos têm estruturas que permitem que todos os membros envolvidos no projeto contribuam nas decisões. “Fazemos todos se sentirem parte dos projetos”, comenta Rafael. “Inclusive, os líderes aqui na empresa se formam de modo natural. Todos os atuais líderes foram pessoas que se projetaram internamente”.

Programador de software

O clima na Moni reflete essa filosofia. Por lá, entre as grandes telas de computador e os equipamentos de segurança, os programadores se revezam entre o foco em escrever códigos e as brincadeiras. O pessoal trabalha de forma muito leve e interativa, baseado em um conceito colaborativo forte. Todo mundo participa ativamente do processo de desenvolvimento dos produtos”, explica o diretor de operações. 

Sala de desenvolvimento do software

A sala de descanso, ou “área de descompressão”, como chama Rafael, se inspira nas famosas empresas de tecnologia. Grandes sofás para conversas – e cochilos após o almoço -, uma TV para videogame ou Netflix, uma cesta de basquete, uma máquina de capuccino… tudo para incentivar a criatividade.

É uma forma também de atrair os melhores talentos da área de Tecnologia da Informação. “Estamos em constante expansão. Nunca fechamos vaga!”, garante Rafael. A empresa busca desenvolvedores de FrontEnd, BackEnd e Mobile.

Seis recursos da Moni

O produto criado por eles tem o mesmo nome da empresa: Moni. É uma plataforma que permite o gerenciamento do sistema de segurança, possui assistência técnica 24h e tem seis recursos complementares (Mobile, Veículos, Discador, Mensagens, Portaria Remota e Moni Web).

Um dos principais recursos é a Portaria Remota, que une as tecnologias disponíveis e funciona como uma central de monitoramento, incluindo soluções como CFTV, alarme, telefonia IP, controle de acesso e acionamento remoto de comandos.

Outro aspecto é o acesso. A plataforma possui a versão Mobile – um aplicativo que permite gerenciar os eventos de segurança, acompanhar relatórios, conversar pelo aplicativo e visualizar câmeras – e Web – uma interface que integra algumas funcionalidades da plataforma para acesso por computador.

Software no celular

Dos dois modos, é possível acompanhar os registros de cada evento, observar movimentação em tempo real e criar relatórios, facilitando o gerenciamento. Atividades como armar e desarmar os alarmes, ligar ou desligar equipamentos como ar-condicionado e ver o sistema de câmeras também estão disponíveis.

O serviço também facilita o contato, por meio do Discador, a um telefone próprio para agilizar a comunicação entre os operadores, e do Mensagens, que incluem SMS, e-mail e URA, no qual é possível alertar automaticamente sobre eventos diversos, como o liga e desliga do alarme, botão de pânico, falhas, etc.

Por fim, o Veículos, que se integra ao serviço de rastreamento dos veículos das frotas das empresas de segurança. Desse modo, informa em tempo real o local, mostra a movimentação e registra os horários de saída e entrada de cada carro ou moto.

1998, 2005 e 2011

Três anos são importantes para conhecer a história da Moni. Primeiramente, 1998, quando uma empresa de segurança em Bauru decidiu informatizar o serviço e contratou a empresa de Eli Flávio Bortolotte, desenvolvedor de softwares. Por 7 anos, o programador atendeu essa instituição, além de criar plataformas para outros segmentos e lecionar em universidade.

Em 2005, com o sócio Pedro Copi, especialista em segurança eletrônica, formalizou o negócio e criou a Moni. Com a mudança, eles evoluíram o software e começaram a atender pequenas empresas do ramo na região.

Pedro Copi e Eli Bortolotte (foto: Divulgação)

Por fim, em 2011, começaram a sonhar mais alto. “A gente teve o pensamento de se reposicionar no mercado e criar tecnologias para atender empresas maiores. Expandimos nossa visão, diz Rafael. A Moni começou a ir em feiras pelo Brasil, ministrar palestras e apresentar a marca em outros estados.

Uma das melhores decisões nesse processo de crescimento foi desenvolver um sistema para portaria remota, que hoje é um dos carros-chefes. “Representou uma inovação tecnológica forte”, relembra Rafael. 

Na época, não era um serviço tão conhecido. “Nós fomos uma das primeiras empresas a levar essa tecnologia para as centrais de monitoramento poderem atender condomínios”.

Hoje, com mais de 60 colaboradores, eles já definiram os próximos passos: continuar crescendo a empresa, contratando pessoas e expandindo os negócios, tanto aqui quanto fora do país. Embora atendam algumas companhias de segurança da América Latina, a ideia agora é que seja um foco. Ou seja, ser de Bauru para o mundo.

publieditorial

Serviço
Moni Software
Endereço: Rua Rubens Arruda, 15-37
Contato: (14) 3235-3800
Site: www.monisoftware.com.br
Instagram: @monisoftware
Facebook: /MoniSoftware

Compartilhe!
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Inspirada na mãe, bauruense transformou atividade de síndica em profissão

Você sabe o nome e o contato do seu síndico? Em alguns lugares, encontrar e conversar com …