No dia 13 de agosto, no Brasil, é comemorado o Dia dos Pais que é celebrado anualmente no segundo domingo de agosto. Nesta data, os filhos homenageiam e agradecem aos papais toda a companhia, suporte e carinho recebido ao longo de suas vidas.

E é claro que na cultura pop, inúmeras histórias que emocionam, divertem e ratificam o elo paternal e o que isso representa já foram contadas. Pensei em alguns exemplos que eu acho que valem a pena pra quem ainda não viu, afinal são histórias que retratam de inúmeras formas a relação entre pai e filho. Entre comédias e dramas, coloquei algumas opções que valem a pena conferir…

Gonzaga – De Pai pra Filho (Breno Silveira, 2012)

Do mesmo diretor de ‘2 filhos de Francisco’, esse filme conta a emocionante trajetória de Luiz Gonzaga e Gonzaguinha, pai e filho. Com uma história muito conturbada, envolvendo amores, separações e brigas, os dois famosos cantores levaram uma vida para se entenderem, chegando até mesmo a compor juntos. O filme é pouco lembrado nos dias atuais, mas é de longe uma das melhores produções sobre artistas brasileiros. Vale a pena!

No catálogo da Netflix e Globoplay: Trailer

Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (Tim Burton, 2003)

Edward Bloom sempre foi um grande contador de histórias. Gosta de narrar as incríveis aventuras que viveu, combinando a realidade com a fantasia. Porém, o olhar fabuloso que tem acerca da vida sempre incomodou seu filho, Will. Com a saúde debilitada, pai e filho tentam se aproximar, fazendo com que seu herdeiro compreenda o fabuloso mundo do pai. Sob o comando de Tim Burton, que aliás, já falamos por aqui, é um filme mágico que utiliza a narrativa de fábula para contar uma história de pai para filho. *Aliás, um dos meus filmes favoritos do Tim Burton.

No catálogo da HBO Max e Prime Video: Trailer

Férias Frustradas (Harold Ramis, 1983)

Clássico com Chevy Chase, a família Griswold está de férias e resolve ir para um parque temático na Califórnia. O pai Clark, sua esposa Ellen, e os filhos Audrey e Rusty pegam a longa estrada de Chicago até a Costa Oeste. Clássico road movie em família, que talvez hoje esteja um pouco datado, mas é bem divertido.

No catálogo da HBO Max: Trailer 

O Paizão (Dennis Dugan, 1999)

Sonny Koufax (Adam Sandler) tem 32 anos, é formado em Direito mas, ao contrário de seus colegas de faculdade, trabalha em um pedágio por pura preguiça de buscar algo melhor. Cansado de ser dispensado pelas mulheres, que o acusam de ser imaturo, Sonny tem a ideia de adotar Julian McGrath (Cole e Dylan Sprouse), uma criança de cinco anos, para demonstrar maturidade. Mas nem tudo corre como ele imagina e logo percebe que cuidar de uma criança não é tão simples assim. Melhor filme de Adam Sandler! Mentira, nem é, mas é bem engraçado. Não está em nenhum catálogo de streaming no momento.

Disponível para locação no Google Filmes e Prime Video: Trailer

A Vida É Bela (Roberto Benigni, 1999)

Vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro (que aliás, nós brasileiros infelizmente guardamos com muita mágoa) conta a história do amor paterno faz com que o judeu Guido (Roberto Benigni) disfarce o horror da II Guerra Mundial para o filho, Giosué. Na Itália dos anos 40, Guido é levado para um campo de concentração nazista e tem que usar sua imaginação para fazer seu pequeno filho acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam.

O filme é uma pedra no caminho do cinema brasileiro, afinal, foi ele que “tirou” o Oscar de Central do Brasil em 1999. Mas é um filme emocionante, que através dos horrores da Segunda Guerra conta uma relação de pai para filho. Das lágrimas à alegria.

Não está em nenhum catálogo de streaming no momento. Mas está disponível para locação no Google Filmes e Microsoft Store: Trailer

Uma Lição de Amor (Jessie Nelson, 2002)

Sam Dawson, um homem com deficiência mental, cria sua filha Lucy com a ajuda de seus amigos. Levava uma vida tranquila, até que sua filha, ao completar 7 anos, começa a ultrapassar o seu nível intelectual. Esta situação faz com que a assistência social retire a guarda da garotinha de seu pai, levando-a para um orfanato. Para ter sua filha de volta, Sam inicia uma luta incansável contra a Justiça. O filme nos faz refletir sobre conceitos de cuidado e afeto.

No catálogo da HBO Max: Trailer

À Procura da Felicidade (Gabriele Muccino, 2007)

Em À Procura da Felicidade, Chris Gardner (Will Smith) é um pai de família que enfrenta sérios problemas financeiros. Apesar de todas as tentativas em manter a família unida, Linda (Thandie Newton), sua esposa, decide partir. Chris agora é pai solteiro e precisa cuidar de Christopher (Jaden Smith), seu filho de apenas 5 anos. Ele
tenta usar sua habilidade como vendedor para conseguir um emprego melhor, que lhe dê um salário mais digno.

No catálogo da HBO Max e Netflix: cena do filme. *O link do trailer não foi possível de inserir por determinação do Youtube.

E prepare o lenço…

Meu Pai (Florian Zeller, 2020)

Esse filme vale um texto só para ele, mas fica para outro momento. O longa rendeu o segundo Oscar para Anthony Hopkins e com uma performance absurda de Olivia Colman. Um homem recusa toda a ajuda de sua filha à medida que envelhece. Ele começa a duvidar dos entes queridos, de sua própria mente e de sua realidade ao tentar compreender as mudanças que estão acontecendo em sua vida.

É pesado, triste, mas é um filmão que traz a reflexão sobre envelhecer, demência e como isso afeta a pessoa e sua família.

No catálogo da Paramount Plus e Netflix: Trailer

Confira mais textos do colunista: www.socialbauru.com.br/author/gabrielcandido/ 

Compartilhe!
Carregar mais em Colunistas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Beatles em 4 filmes

Anunciado nesta semana, em parceria com a Sony e a Apple Corps (empresa responsável por to…