Peru, uva passa e muito espumante são apenas alguns exemplos do que não pode faltar na ceia do Natal e do Réveillon. E claro que toda essa comilança traz consequências para o organismo, uma vez que saímos da nossa rotina para festejar.

Sintomas como desconforto abdominal, dores de cabeça e até indisposição mostram que talvez tenhamos exagerado no final do ano. A boa notícia é que voltar ao ritmo normal é possível. Segundo a nutricionista Adriana Martinhão, há diversas formas de amenizar os efeitos da comilança e ajudar o fígado e os rins a eliminar as toxinas.

Entre elas, ingerir muita água, além de incluir receitas detox na dieta, como sucos, chás e sopas. “Essas bebidas melhoram o sistema digestivo estimulando o corpo a produzir enzimas digestivas. Contribuem para eliminar líquidos retidos e, por terem poucas calorias, podem ajudar a emagrecer”, enumera.

Desintoxicando o corpo

Você provavelmente já ouviu falar do famoso suco verde, conhecido como detox. Para quem torce o nariz e se nega a experimentar a bebida saudável, uma boa notícia: ele pode ser feito com ingredientes da sua preferência. Pois é, você pode criar um suco detox unindo diferentes frutas, legumes e ingredientes.

“Você pode acrescentar, por exemplo, gengibre para acelerar o metabolismo. Só não pode usar a raiz dessa planta quem tem hipertensão, cardiopatias, alergias e hipertireoidismo”, orienta Adriana.

Nutricionista Adriana Martinhão (Foto: divulgação)

Além disso, para ajudar o corpo a liberar as toxinas, é importante evitar bebidas alcoólicas, frituras, refrigerantes e alimentos processados. Sendo assim, durante as refeições, opte por opções naturais como frutas frescas, verduras e legumes orgânicos.

Sobre o tempo de duração dessa dieta, a nutricionista explica que depende de cada organismo. “No geral, como se trata de uma dieta com restrição calórica, recomendo uma média de três dias e em seguida uma adequação para alimentação saudável”, diz.

A especialista ainda alerta que é importante ter o acompanhamento de um profissional da nutrição. “Aliada a esta dieta especial para desintoxicar é preciso fazer atividade física, mesmo que seja uma caminhada leve para recuperação mais rápida do organismo”, esclarece Adriana.

Para colocar em prática

De nada adianta estar por dentro das informações, se não colocar tudo em prática, certo? Para incentivar você a aderir uma alimentação saudável e começar o ano bem, a nutricionista separou algumas receitas simples. Confira:


Infográfico: Juliana Oba/ Canva

Consultoria:
Nutricionista Adriana Martinhão, do Grupo São Francisco, que faz parte do Sistema Hapvida

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Saúde e Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Medidas para os bauruenses evitarem o coronavírus e outras infecções

Em dezembro de 2019 foi descoberto um novo agente do coronavírus: o SARS-CoV-2. Os primeir…