Hidrantes, extintores, luzes de emergência, portas corta fogo e muito mais. Provavelmente, você já reparou em algum desses itens em um estabelecimento. Porém, sabe o porquê deles estarem lá?

Segurança em primeiro lugar

Se você pensou na prevenção de incêndios, acertou. Contudo, nem todos estabelecimentos contam com a mesma quantidade ou disposição desses aparatos. Isso ocorre porque cada espaço tem suas necessidades para manter o público seguro, e isso é garantido pelo AVCB, Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros. 

O certificado garante que o local foi vistoriado e está dentro das normas de segurança contra incêndio e pânico, previstas na legislação e no PPCI (Plano de Prevenção e Combate de Incêndios).

O AVCB é exigido para liberação de edificações e é importante para garantir a segurança de locais frequentados por muitas pessoas, como escolas, edifícios e estabelecimentos comerciais, por exemplo. 

Além disso, é um dos principais documentos para obter a aprovação em outros órgãos regulamentadores, como a CETESB. O AVCB também é necessário para a obtenção do alvará de licenciamento e autorização de funcionamento de estabelecimentos. Sua ausência, inclusive, pode ocasionar multas e até interdição de edificações. 

Então, fique de olho, porque todos os AVCBs que estavam vencendo a partir de março deste ano, devido à pandemia, tiveram o prazo para renovação estendido até o dia 31 de julho de 2020. Portanto, para evitar penalidades, confira cinco passos para obter a documentação obrigatória para empreendimentos comerciais, industriais e residenciais, e ficar em dia com a lei.

1. Encontre uma empresa de confiança 

Pense bem, a empresa escolhida para cuidar do seu AVCB ficará responsável por garantir a sua segurança, de seus colaboradores e daqueles que frequentarem seu estabelecimento. 

Por isso, atenção! Optar por uma companhia com especialistas comprometidos em cumprir as exigências previstas na lei pode poupar muita dor de cabeça. 

O engenheiro civil Douglas Kerche, administrador do Grupo AVCB na Mão, há mais de 20 anos no mercado, pontua que a experiência no ramo traz inúmeras garantias e benefícios e para os clientes. 

Entre eles, a agilidade no processo e poucas chances de reprovação do projeto, já que os anos de atuação auxiliam na prevenção de quaisquer equívocos. “Temos anos de experiência. Nosso escritório, hoje, soma mais de mil projetos aprovados”, celebra.

AVCB na mão - proteção contra incêndios

2. Seguindo as leis 

Parte do processo de aprovação do auto envolve a vistoria. Isso significa que mesmo que pareça que está “tudo certo”, ainda podem faltar detalhes para que o estabelecimento esteja dentro das normas. 

“Para a aprovação de um projeto de AVCB, é desenvolvido um projeto de arquitetura. Nós trabalhamos em cima desse projeto, obedecendo, além do Decreto Estadual, 48 instruções técnicas do Corpo de Bombeiros e inúmeras normas da ABNT”, acrescenta Douglas sobre a atuação do Grupo. 

O engenheiro também explica que cada edificação é classificada de acordo com o risco que pode oferecer e, a partir disso, é desenvolvido seu projeto do AVCB. Por isso, os projetos são diferentes de acordo com as necessidades que têm e devem ser seguidos à risca. 

“Com uma previsão de riscos, apoiada por cálculos, formamos um projeto, que não é só um desenho, e acompanha uma série de documentos. Após pronto, enviamos para análise do Corpo de Bombeiros em São Paulo. Feito isso, e tendo a aprovação, começamos a implementação”, pontua

AVCB na mão - proteção contra incêndios

3. Economizando trabalho 

Após o projeto ser feito, com todas as especificações necessárias, e, posteriormente, ser aprovado, então começa a parte de instalação das medidas que garantirão a segurança dos espaços.

Geralmente, empresas especializadas em AVCB oferecem apenas o documento em si. Isso significa que a execução do projeto e o contato com os devidos especialistas ficam por conta do cliente. 

Por isso, pensando em tornar o processo mais rápido e menos trabalhoso, o Grupo AVCB na Mão reuniu todas as etapas em um só lugar. “Essa centralização das empresas em um grupo só ajuda o cliente a economizar. Além disso, também garante que a obra será aprovada, graças aos profissionais que cuidam desde o projeto até a instalação para que tudo ocorra da forma correta”, explica Douglas. 

4. Programe-se

Ainda que o projeto e sua aprovação possam ocorrer em cerca de 60 dias, a finalização do processo completo depende do tamanho do estabelecimento, explica Isabela Luna, engenheira de segurança do trabalho no Grupo AVCB na Mão. 

“A primeira coisa que vemos é o tamanho do lugar. Se for um lugar pequeno, o Corpo de Bombeiros chama de CLCB [Certificado de Licença do Corpo de Bombeiros], e é um procedimento bem mais rápido. Envolve apenas a parte de documentação, a vistoria e a instalação de iluminação de emergência, placas e extintor. Quando é maior que 1500 metros quadrados, precisamos de todo o projeto, que depende da aprovação dos bombeiros e da instalação, que ocorre de forma mais ou menos rápida de acordo com o investimento feito”, pontua a engenheira. 

Portanto, fique de olho na data de vencimento do AVCB e programe-se! Assim, não há riscos de estar fora das exigências da legislação por um contratempo. 

5. Prevenir é melhor que remediar  

É comum que muitos proprietários de estabelecimentos ou gestores de condomínios não tenham conhecimento sobre a obrigatoriedade do AVCB. No entanto, estar a par da legislação é essencial para prevenir irregularidades que possam causar acidentes. 

Inclusive, a ausência do auto, ou vencimento do mesmo, pode causar consequências como notificações, multas e até a interdição pela Prefeitura. Além disso, caso o estabelecimento não possua um AVCB e ocorra um incêndio, as seguradoras não cobrem o valor dos danos materiais.  

“Até é possível operacionar uma edificação sem auto de vistoria, mas você tem uma responsabilidade, civil e criminal, sobre o seu imóvel. Se houver um evento com dano físico ou material você vai ser responsável. É mais que um documento e uma burocracia, é algo que garante a segurança de todos”, reflete Douglas.

AVCB na mão - proteção contra incêndios

Sobre a AVCB na mão 

O Grupo AVCB na Mão começou com Douglas, que, com carreira militar consolidada, é oriundo do Corpo de Bombeiros e trabalha no ramo há cerca de 25 anos. Inicialmente, o administrador era responsável por tudo, desde a idealização do projeto até a execução da instalação.

No entanto, com o crescimento da empresa, surgiu a ideia de separar cada ramo de atuação em empresas distintas, que juntas formam o Grupo AVCB na Mão. Dessa forma, hoje, com 12 técnicos especializados, eles realizam todo o processo para a obtenção do alvará do Corpo de Bombeiros. 

Portanto, desde o projeto ao auto de vistoria, o grupo atende prédios residenciais, pequenos comércios, multinacionais e até grandes indústrias. 

Por fim, o AVCB na Mão também conta com demais serviços relacionados à segurança contra incêndios, entre eles: 

  • Elaboração de plantas; 
  • Projeto de proteção;
  • Instalação de equipamentos; 
  • Elaboração de laudos; 
  • Treinamentos;
  • Vistoria final de Corpo de Bombeiros; 
  • Adequação de escadas;
  • Instalação de placas; 
  • Iluminação de emergência;
  • Portas corta fogo; 
  • Atualização de projetos;
  • Dimensionamento de hidrantes.

publieditorial

Serviço 

AVCB na mão 

Local: Rua Antonio Garcia 10-49 – Jardim Panorama
Telefone: (14) 99880-3227
Site: avcbnamao.com.br/
Facebook: www.facebook.com/avcbnamao/
Instagram:@avcbnamao/

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Em fase de lançamento, imobiliária apresenta Piemonte, apartamento de 1 dormitório com lazer completo

Um espaço integrado traz mais mobilidade para os ambientes de um apartamento, por exemplo,…