Degustar um drink vai além de apenas beber uma bebida alcoólica misturada com outros ingredientes. Antes de preparar um coquetel, os sabores, as texturas, os cheiros e a aparência são testados, pois todos os elementos devem harmonizar para produzir uma bebida agradável.

Pensando nisso, unimos nove drinks autorais de Bauru que levam o nome da casa. Confira abaixo: 

  • Bigode Royale
Foto: Seo Bigode

Inicialmente elaborado para o Prêmio Impera, o Bigode Royale acabou se tornando um dos principais drinks da casa. O proprietário Gilson Marutani explica que todos os coquetéis são criados com a equipe, assim os funcionários podem opinar sobre o que acham do drink.

O nome Royale vem da sua base alcoólica, o Gin Tanqueray Royale que tem toques de baunilha e cassis. Os demais ingredientes incluem licor de cassis, vinho tinto suave e finalizado com um espumante cítrico de limão siciliano original do bar.

O drink ainda é decorado com uma fatia de limão siciliano caramelizada, folhas de hortelã e mirtilo. 

“Ele acabou sendo um dos drinks mais bonitos e saborosos do bar, por isso colocamos em nosso cardápio”, acrescenta Gilson.

O Seo Bigode está localizado na av. Getúlio Vargas, 22-86 – Parque Jardim Europa.

  • C’lavie e C’lavie Green
Foto: C’lavie

Ao buscar um sabor diferente das misturas tradicionais, dois drinks foram desenvolvidos.

C’lavie leva: pitaya rosa, suco de limão siciliano, gin tônica e xarope de açúcar. Enquanto o C’lavie Green é composto por: xarope de gengibre caseiro, uva verde, água de coco e limão siciliano.  

Foto: C’lavie

Os drinks estão no cardápio desde a abertura do bar e foram elaborados para trazer uma nova experiência para os clientes, de acordo com Johnny Martins, um dos proprietários. Inclusive é ele quem assina a criação das bebidas. 

Além disso, para chegar no resultado final, Johnny fez curso de bartender e gastronomia sobre sabores e texturas.

O C’lavie fica na av. Odilon Braga, 1-23, Vila Aviação.

  • Caipirinha Bendito Santo
Foto: Bendito Santo

Preparado com limão, maracujá, xarope de açúcar, borda do copo com sal e álcool a escolher (vodka, saquê ou cachaça), o botequim escolheu o drink clássico para colocar o nome Bendito Santo. 

O sabor foi desenvolvido primeiro e depois nomeado com o nome do bar. 

Segundo o proprietário, Reinaldo Bartalotti, o drink é uma das caipirinhas mais pedidas e está no menu há cerca de 12 anos

O Bendito Santo fica na av. Getúlio Vargas, 23-98, Vila Aviação. 

  • Caipi Boa Limão e Caipi Boa Caju
Foto: Coisa Boa

Ao elaborar os drinks para o Coisa Boa, o chef Moacir Santana explica sobre o processo de criação dos coquetéis. “Trouxe duas frutas que eu acho que representam bem o nosso país, o limão que é conhecido de norte a sul e o caju que é mais da minha terra [nordeste]”, finaliza Moa.

O Caipi Boa Limão é feito com limão, limão siciliano, cachaça em Amburana (o cliente pode optar por trocar o destilado) e rapadura. Já o Caipi Boa Caju leva caju, limão, cachaça em Amburana e gelo de calda de cana. 

São os drinks mais pedidos do bar e estão no menu há oito meses. 

O endereço do Coisa Boa do Chef Boa é rua Monsenhor Claro, 12-64, Vila Mesquita. 

  • Filipa
Foto: Filipa

E para quem gosta de frutas vermelhas, o Filipa é uma opção. Desenvolvido pelo mixologista Lucas Dias, o drink leva gin, limão siciliano e coulis (mistura de frutas e açúcar) de frutas vermelhas com especiarias. 

O mixologista explica que o drink é o carro-chefe do bistrô e é o mais vendido até o momento. 

Sobre o processo de criar a bebida, Lucas diz que preferiu usar frutas vermelhas pois costuma agradar quase todo mundo. “Adicionei as especiarias para dar mais sabor”, explica Lucas. 

O Filipa Bar e Bistrô fica na Av. Comendador José da Silva Martha, 8-48, Jardim Estoril.

  • Goró da Rosa
Foto: Goró da Rosa

Com o intuito de trazer o “Brasil no copo” como o chef Moa definiu, o Goró da Rosa tem um sabor bem brasileiro. 

O teor alcoólico é mais baixo e feito com cachaça envelhecida, açaí, acerola, licor de laranja, manga, xarope de cranberry e semente de xapuri.

É um drink que está na carta há um ano e é bem popular no bar. 

O Goró da Rosa fica na rua Aviador Gomes Ribeiro, 21-05 – Vila Altinópolis.

  • Voodoo Bomb
Foto: Raul Giunta

Ao abrir o pub, o proprietário David Calleja queria coquetéis autorais além dos clássicos, assim nasceu o Voodoo Bomb. Um drink inspirado na coquetelaria Tiki (estilo tropical com referências da cultura Polinésia), que leva rum, limão, licor Jägermeister e citrus.

David ainda complementa que tem o Voodoo Lab, a intenção é testar sabores e criar novos drinks para o pub. Hoje, a casa conta mais de 15 drinks autorais.

O Voodoo Lounge Pub fica na rua Capitão João Antônio, 2-19, Centro.

Compartilhe!
Carregar mais em Gastronomia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Com novo método de avaliação, Prêmio Impera 2024 abre inscrições para estabelecimentos da região

Estão abertas as inscrições para a 4ª edição do Prêmio Impera de Gastronomia, evento que c…