Todo mundo que dirige algum veículo já conhece a famigerada autoescola, com as aulas teóricas, práticas e o exame final. Mas já pensou como funciona uma “autoescola” para lanchas e jet-skis?

Para quem tem curiosidade sobre o assunto ou até mesmo já pensou em pilotar um jet ski ou lancha, é importante saber não se pode sair pilotando sem instrução.

Os meios de transportes marítimos exigem, sim, uma habilitação específica e é necessário passar por um curso específico na área. É para isso que existem as “autoescolas” para embarcações.

Em Bauru, a Gimael Cursos Náuticos fornece tudo que é necessário para que qualquer pessoa possa pilotar uma lancha ou jetski com segurança. Criada há dois anos na cidade, o curso oferece a chance de se conseguir a habilitação náutica inicial, conhecida como arrais, que serve para lanchas, botes e similares, e moto aquática, que serve para jet-skis.

Para se conseguir essa habilitação, é necessário um pequeno processo na marinha, onde o aluno terá aulas práticas, teóricas e uma prova de múltipla escolha. Diferente das autoescolas convencionais, que todos conhecem, não é necessário o exame prático.
Tudo o que você precisa ter para conseguir uma habilitação náutica é ser maior de 18 anos e ter muita sede de aventura!

Na Gimael Cursos Náuticos são oferecidos cursos para dois tipos de habilitação, sendo elas o arrais amador, para lanchas e botes, e a motonauta, para jet ski, sendo muito semelhante às categorias A e B das autoescolas.

Essas são as duas habilitações que a marinha exige aula prática, contudo, Oswaldo Gimael, dono do curso náutico alerta: “se você faz curso apenas para jet ski, você não está habilitado para lanchas e botes, por exemplo”.

A separação dos tipos de habilitação foi uma exigência da própria marinha, realizada em 2012, como medida de segurança. “Ocorreram alguns acidentes graves envolvendo jet-skis, daí eles resolveram separar as categorias para que haja um treinamento específico, pois o jet-ski em geral é muito mais veloz e ágil se comparado a outras embarcações, e além disso, eles possuem algumas caraterísticas únicas quando se refere a pilotagem”.

Segurança em primeiro lugar
É de extrema importância a busca de cursos para a habilitação por quem deseja pilotar algum tipo de embarcação náutica, pois, o conhecimento de técnicas básicas de segurança são essenciais para que piloto saiba como proceder em todas as situações possíveis.

Oswaldo Gimael cita a necessidade de um piloto saber fazer comunicações via rádio, procedimentos básicos em caso de incêndio na embarcação, manejo de combustível e até mesmo, condições de tempo para uma pilotagem com segurança.
“No caso do jet ski, uma coisa importante que a gente ensina é como proceder quando se capota a embarcação. E mesmo sendo uma coisa básica, muita gente não sabe porque não fez o curso ou não procurou saber”.

Para o curso de habilitação náutico, a marinha exige um total de seis horas de aula, sendo quatro horas embarcado, navegando a lancha, e duas horas de teoria; no caso do jet ski, seriam 2 horas navegando e 1 hora de teoria. Contudo, o processo de fazer as aulas, a prova e conseguir a habitação dura por volta de dois meses. O prazo é devido ao tempo que a marinha tem para organizar os exames.

Por causa da demora, Oswaldo aconselha quem deseja conseguir a habilitação náutica para começar o curso no período do inverno. “O inverno é uma época boa para tirar a carta, pois a marinha está com menos alunos para serem examinados e a carta sai mais rápido”.

Ainda assim, existem muitas pessoas que pilotam embarcações náuticas sem a devida habilitação para tal, contudo, além de colocar a própria segurança e a de outras pessoas em risco, a falta da habilitação pode ter consequências como o apreendimento da embarcação, que é deixada em marina e lacrada, e também multas que podem ser a partir de 1.500 reais, dependendo de cada situação.

Bauru e as práticas náuticas
Oswaldo teve a ideia de abrir o curso náutico na época em que seu tio, antigo proprietário dos cursos, acabou arrendando uma marina no Bauru Tênis Clube. Com o trabalho na marina veio a ideia de começar uma escola para cursos de habilitação náutica. “Fizemos o procedimento na marinha, sem saber se a cidade tinha demanda para os cursos”.

Eles estavam tão certos, que na época não havia nenhuma outra escola do tipo em Bauru e hoje existem duas. E mesmo que muitos ainda possam achar que não, Oswaldo acredita a cidade comporta um público expressivo.

Em pouco mais de dois anos de escola, a Gimael Cursos Náuticos já atendeu por volta de 150 alunos.

O mercado náutico pode não ter um crescimento nominal no país, mas para Oswaldo, sua escola vem ganhando mais destaque a cada dia devido aos alunos que já passaram pelo curso, fazendo a famosa propaganda boca a boca.

“A parte de náutica no Brasil não é tão forte como em outros países, mas se você for ver, até que muita gente tem interesse [em Bauru]”.

Com índice de aprovação de 90% dos alunos, Oswaldo além de dar cursos para arrais, também dá assistência para quem busca a habilitação de mestre e capitão. Além disso, ele também fornece serviços na parte de documentação para embarcações, seja em renovação de documentos a transferência de embarcações novas e usadas.

Serviço
Gimael Cursos Náuticos

Cursos: ancha e jetski no valor de R$1000 à vista, ou 1100 em 3x no cartão; apenas jet ski, por R$650 à vista e R$700 em 3x no cartão; e apenas para lanchar, no valor de R$625 à vista ou R$675 em 3x no cartão.

Contato: pelo telefone (14)9989-8100, pelo e-mail [email protected] ou pela página do Facebook da escola:www.facebook.com/gimaelnautica/

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Negócios
...

Verifique também

Os bauruenses terão 4 dias para aproveitar as facilidades do Feirão Bom Negócio

Os feirões de carros são muito comuns entre as empresas do ramo. Isso porque esses tipos d…