Perder um amigo de quatro patas não é nada fácil. Eles compartilham os dias conosco, nos alegram e nos dão tanto carinho que até são considerados membros da família. Por isso, quando eles partem, também levam uma parte de nós. 

Sendo assim, quando o momento do adeus chegar, os pets não podem ser simplesmente “descartados”. Diante disso, os cemitérios para animais, como o Memorial dos Animais , em Agudos, são uma alternativa para quem deseja oferecer um descanso digno para esses grandes companheiros.

memorial dos animais de agudos

Preparando o adeus

Pensando em aliviar o luto de tutores que acabam de perder seus pets, o espaço, que iniciou suas atividades em 2014, agora também oferece dois novos serviços: a cremação e o plano preventivo.  

De acordo com o proprietário do Memorial, Alexandre Perpétuo, o plano de implementar o sistema de cremação já existia desde a concepção do Memorial. “Vimos a cremação como uma alternativa humanizada, e que também respeita o meio ambiente. Então, em 2018, conseguimos concretizar essa ideia”, celebra

Enquanto isso, os planos preventivos surgiram na contrapartida do serviço emergencial, também oferecido pelo Memorial. Sua principal proposta é oferecer tranquilidade no momento da despedida. Até porque, planejar o futuro dos pets também é um ato de amor. 

“O plano preventivo traz tranquilidade para o tutor, pois na hora do óbito não precisa se preocupar com questões financeiras. […] Até porque, geralmente, quando o pet vem a óbito, o tutor tem outras despesas extras naquele momento. Então, ele consegue ter um luto um pouco menos traumático, se assim podemos dizer”, pontua Alexandre.

Em dia com o meio ambiente 

Apenas na cidade de São Paulo, que possui a maior população de animais domésticos do país, cerca de 15 mil pets morrem mensalmente, o que equivale a cerca de 150 toneladas. Infelizmente, muitas pessoas descartam os corpos dos animais em terrenos ou rios, causando um problema de saúde pública. 

Assim, apesar de não ser muito comum no Brasil, a cremação é um método amplamente utilizado em outros países. Sua preferência ocorre principalmente pelo fato de ser a opção mais sustentável, já que evita a contaminação do solo e dos lençóis freáticos.

Alexandre explica que no caso da cremação coletiva oferecida pelo memorial, não há devolução das cinzas. No entanto, na cremação individual é possível que os tutores guardem as cinzas em urnas personalizadas, como urnas para ambientes internos, para jardins e até biournas, nas quais é possível semear plantas. 

Vale também destacar a diferença entre os processos de cremação e incineração. 

Após a partida

Dessa forma, apesar do período de luto ser difícil, amenizar questões burocráticas e a certeza que os companheiros poderão descansar de forma respeitosa, ambos oferecidos pelo Memorial dos Animais, pode amenizar a dor dos tutores.

“Nós do memorial sentimos uma gratidão muito grande de termos montado um local num espaço adequado para receber o corpo dos pets ou fazer o processo de cremação. Isso alivia muito na hora do luto, traz um pouco de conforto. Essa é a grande vantagem. A gente sente, não só nos olhares, mas nas palavras das pessoas, a gratidão por ter um espaço destinado para o verdadeiro descanso de seus companheiros”, finaliza Alexandre.

publieditorial

Serviço

Memorial dos Animais

Local: Rua Youssef Boulos Ayub, 30, Distrito Industrial II – Agudos/SP
Telefones: (14) 99674.8033 / (14) 99724.8033
Site: www.memorialdosanimais.com
Facebook: www.facebook.com/memorialdosanimaisagudos
Instagram: @memorialdosanimais
E-mail: [email protected]

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Empresa bauruense destaca-se como uma das 10 maiores gestoras de energia do Brasil

A energia está presente na casa e nos estabelecimentos de grande parte dos brasileiros. Se…