O início da vida é um momento em que o crescimento acontece de forma acelerada. De acordo com Dr. José Gabel, do Departamento de Pediatria Ambulatorial da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), um bebê pode crescer de 4 a 5 centímetros só nos primeiros meses.

Sendo assim, é comum escutar aquela famosa frase dos papais e mamães “só usou essa roupa uma vez”. Mas o que fazer com tantas peças novas e com tão pouco uso que já não servem mais? Uma opção é o desapego promovido pela Cresci e Perdi, franquia que inaugura em Bauru no dia 10 de outubro.

A loja conta com roupas do tamanho RN ao 16, sapatos, brinquedos e acessórios para bebês. Além disso, a Cresci e Perdi também conta com um outlet de peças novas.

Como funciona o bazar?

O bazar trabalha de forma a estimular o consumo consciente e sustentável, levando em consideração o rápido ciclo de uso das roupas de bebês. Sendo assim, eles aceitam peças em bom estado de conservação e na troca oferecem um vale para ser usado na loja ou o valor em dinheiro.

Entre as peças que podem ser desapegadas estão: roupas, calçados, brinquedos e acessórios, tais como, cadeirões de alimentação, bebês conforto, banheiras, cercados. Segundo Sergio Tanaka, responsável pela unidade bauruense ao lado da esposa Alessandra, os desapegos devem ser feitos em lote.

“Nós pedimos o mínimo de 20 itens em cada lote. Você pode juntar, por exemplo, um calçado, uma roupa, um brinquedo. Deu 20, pode trazer, a gente já consegue fazer uma avaliação e propor um valor adequado dentro daquele lote. Nós temos dois tipos de oferta, em dinheiro ou vale compra, que pode ser utilizado dentro da loja, potencializando o poder de compra”, esclarece.

Para aceitar os desapegos, a loja conta com critérios de avaliação, a fim de sempre disponibilizar peças com qualidade e garantia no bazar. Portanto, roupas com furos e manchas, brinquedos quebrados e acessórios faltando peças não são aceitas.

Inauguração em Bauru

A Cresci e Perdi começou os trabalhos em Bauru muito antes da inauguração da unidade. Isso, porque foi realizada uma captação de desapegos dos próprios bauruenses. Assim, a loja abre já com aproximadamente 10 mil itens à disposição.

“A nossa dinâmica é muito rápida, a gente compra, ao mesmo tempo que já disponibiliza para a venda. Então esse produto não fica muito tempo no estoque, a nossa rotatividade é grande. Não é um ciclo parado, todos os dias chega mercadoria, conta Sérgio.

A ideia da Cresci e Perdi nasceu em São José do Rio Pardo-SP, sendo assim, a operação também começou lá. Com o tempo, a loja foi expandindo para o interior de São Paulo, para a Grande São Paulo e para o sul de Minas Gerais. 

Atualmente chega para atender a região de Bauru e a unidade está entre as 105 lojas da franquia. Sobre o crescimento deste modelo de negócio, Sergio aponta que o sucesso está relacionado à sustentabilidade e à curadoria apurada

“Nós temos um padrão de atendimento e nosso modelo de negócio é um modelo sustentável, a gente prioriza muito as mães que querem entrar num ciclo de reaproveitamento, de sustentabilidade. Então isso é um ciclo de compra e venda de maneira um pouco mais consciente priorizando esse manejo do produto de forma sustentável”, finaliza.

Serviço
Cresci e Perdi Bazar e Outlet
Local: Rua Antônio Alves, 22-30
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 18h
Instagram: @crescieperdi_bauru
Facebook: /crescieperdibauru
Site: www.bazarcrescieperdi.com.br

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Em fase de lançamento, imobiliária apresenta Piemonte, apartamento de 1 dormitório com lazer completo

Um espaço integrado traz mais mobilidade para os ambientes de um apartamento, por exemplo,…