Você já imaginou a possibilidade de ir ao mercado a qualquer hora do dia de pijama e sem sair de casa? Parece cena de filme de ficção, mas essa inovação já chegou à nossa realidade, inclusive aqui em Bauru.

O autoatendimento nos caixas de supermercado, por exemplo, já mostra que agora tudo pode ser feito de forma rápida, simples e independente.

Mas acredite: apesar de todas as novidades, ainda não vimos tudo o que está por vir. As empresas estão empenhadas em encurtar ainda mais a distância entre consumidores e produtos.

“Conforto, segurança, comodidade e praticidade – esses são os pontos de maior relevância do minimercado no condomínio”, conta a bauruense Caroline Decarlis, responsável pela plataforma Market4u na cidade.

Formada em marketing e com mais de dez anos de experiência no mercado de varejo, Caroline viu na tecnologia uma forma de tornar a vida das pessoas mais fácil e prática.

Além de entender sobre as necessidades do mercado, ela também tinha o sonho de ter seu próprio negócio. Com o apoio do marido Lucas, que hoje também a ajuda a manter a plataforma, eles encontraram na Market4u uma tendência diferente e promissora.

Com a pandemia, mesmo as atividades mais habituais como ir ao supermercado passaram a ser mais cautelosas.

Além disso, o trabalho em formato home office também contribuiu para que os brasileiros procurassem por opções de consumo que evitassem exposição desnecessária, aliando ainda economia de combustível e de tempo.

Um mercado dentro do seu condomínio

Organizada em formato de e-commerce, a Market4u nasceu há cerca de um ano em Curitiba. Ela traz aos condomínios um minimercado 24h, personalizado de acordo com as necessidades dos usuários.

“A gente faz um básico do que todo mundo usa, coloca uma caixa de sugestões, faz pesquisas online e vai adaptando, explica Caroline. “Em um condomínio com mais pessoas de idade, por exemplo, elas gostam menos de energético, mas gostam mais de chá, ou de torrada”.

Atualmente, a Market4u conta com mais de mil pontos de venda em todo o Brasil. Em Bauru, já são nove locais atendidos. Além dos condomínios, Caroline conta que por aqui o e-commerce também já chegou a uma academia e uma empresa.

“Não tem limite. Não precisa ser necessariamente um mercado. Pode ser uma geladeira, uma conveniência simples ou uma gôndola. O mix de produtos é aberto conforme o segmento”, explica.

O tamanho do comércio também é adaptável de acordo com o espaço disponível para a instalação. Os detalhes são decididos a partir de uma visita técnica feita por Caroline.

Experiência que deu certo

No condomínio Ville de France, localizado na Vila Altinópolis, o síndico Luiz Carlos Pires Filho (Carlinhos) conta que fechou um contrato de experiência e ficou satisfeito com o resultado. “Os apartamentos naturalmente têm pouco espaço para despensa, o que nos obrigava a sair com frequência para comprar produtos avulsos”, conta.

Com o ponto ativo há dois meses, ele também destaca a praticidade da chegada do minimercado. “Agora não temos mais que pegar o carro para ir ao supermercado apenas para comprar um ou outro produto que nos falta no dia a dia”.

“Temos uma grande variedade de produtos de mercearia, refrigerados, bebidas, bomboniere, produtos de higiene, e até mesmo petshop e itens de bazar. É surpreendente a variedade de produtos dispostos em um espaço tão otimizado”, completa o síndico.

Hoje, o serviço é considerado um atrativo do prédio para novos contratos de locação.

Tudo pelo app Market4u

Todo o procedimento de compra da plataforma é feito por aplicativo. O cliente vai até o minimercado no condomínio, escolhe o que quer comprar, seleciona o produto no celular e faz o pagamento online. Ele pode utilizar opções como pix, PicPay e cartões de crédito ou débito.

Apesar de ser instalado em locais específicos, não é preciso comprovar vínculo com o condomínio para utilizar o minimercado. Visitantes também podem fazer compras, basta realizar o cadastro no app. Os produtos aparecerão de acordo com a identificação da unidade via satélite.

Dentro do aplicativo, os usuários também têm acesso às ofertas disponíveis semanalmente. Os banners aparecem na página inicial e indicam os produtos e ações promocionais.

“A gente fala que na Market4u eu confio em você e você confia em mim. Existe uma câmera, é claro, que faz monitoramento 24h. Mas se você me perguntar ‘Carol, tem furto?’ Não tem. As pessoas não roubam o lugar onde elas moram”, comenta a empresária, destacando a segurança do local.

Valorização do produtor local

Para a franquia de Bauru, Caroline decidiu trazer um diferencial. Por ter muito orgulho da cidade onde nasceu, ela busca valorizar os fabricantes locais abastecendo as lojas da Market4u com produtos feitos na cidade e na região.

“Eu acho que é muito importante fomentar a economia da cidade. Temos muitos fornecedores e parceiros de Bauru fazendo parte das vendas nos condomínios. Eu até posso comprar um bolo da Pullmann, mas eu quero o bolo que é daqui”, comenta a empresária.

O Market4u Bauru já está trabalhando com cerca de 20 fornecedores.

Caroline conta que sua experiência no varejo também é essencial para otimizar a utilização do espaço. “Eu consigo visualizar a forma de exposição, como fazer ações promocionais, rodízio de gôndolas para o produto não vencer e a melhor linguagem para lidar com os condôminos”, explica.

Ela também faz questão de fazer pessoalmente a manutenção dos pontos. Assim, pode se comunicar direto com o condomínio e os moradores. Inclusive, ela conta que, em um prédio específico, adotou o método de anotar as compras em um livro, já que os moradores são majoritariamente idosos e não têm afinidade com a tecnologia.

Realização

Na unidade de Bauru, Caroline trabalha com seu marido, Lucas, e Fabiana Carvalho, que cuida da parte administrativa e financeira.

Caroline conta que chorou quando conseguiu finalizar a compra da franquia. “Eu sempre ajudei as pessoas a ganhar dinheiro; com estratégias de marketing, com ações promocionais, isso sempre foi minha leitura de vida. Quando eu comprei aqui eu comecei a chorar e falei ‘caramba! Agora eu posso aplicar no que é meu!’”

Como contratar

Para ter um dos minimercados da Market4u no seu condomínio, basta entrar em contato com Caroline e Lucas pelo Instagram ou pelos telefones (14) 99652-5279 e (14) 99846-3011. Assim, é possível agendar uma visita.

Para fazer a instalação, os únicos requisitos são ter um espaço físico, um ponto de energia e rede wi-fi.

O mercado não faz nenhum tipo de alteração estrutural nos prédios e o investimento não tem custo para os condomínios.

publieditorial

Serviço
Market4u
Endereço: Rua Capitão Gomes Duarte, 10-51 – Jardim Estoril
Contato: (14) 99652-5279 e (14) 99846-3011
Site: market4u.com.br
Instagram: @market4u.bauruoficial
Facebook: /Market4u.bauru

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Letícia Pinho
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Empreendendo pela 1ª vez, farmacêutica de Bauru explica como medicamentos podem ser manipulados sob medida

O conceito de “farmácia” é consolidado como o lugar onde se compra remédios caso algo não …